Postagem em destaque

CONPORTOS CASSA CERTIFICADO DE SEGURANÇA DOS TERMINAIS DA RODRIMAR NO PORTO DE SANTOS

Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos encontra falhas nos sistemas de segurança desde 2016 e a empresa não apontou soluçõe...

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

0

DIRETORES DA ANTAQ E REPRESENTANTES NORTE-AMERICANOS TROCAM EXPERIÊNCIAS SOBRE SEGURANÇA PORTUÁRIA




O objetivo da reunião foi trocar informações sobre segurança portuária e o Código ISPS

Os diretores da ANTAQ, Adalberto Tokarski (geral) e Mário Povia, receberam, na última segunda-feira (16), na sede da Agência, em Brasília, dois representantes do Escritório Internacional de Ligação de Segurança Portuária de Alameda, Califórnia (EUA) – Sullivan Freed e Simon Blanco, que visitarão até 20 de outubro os portos de Santos e de Manaus. O objetivo da reunião foi trocar informações sobre segurança portuária e o Código ISPS.
Representantes da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), do Ministério da Justiça, e do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), do Ministério da Defesa, também participaram da reunião. O presidente da Conportos, Sandro Avelar, destacou que o órgão é composto pelo Ministério da Justiça, Ministério da Defesa, representado pelo Comando da Marinha, Ministério da Fazenda, Ministério das Relações Exteriores e pelo Ministério dos Transportes e tem o objetivo de elaborar e implementar o sistema de prevenção e repressão a atos ilícitos nos portos, terminais e vias navegáveis.
O diretor-geral da ANTAQ elogiou o trabalho da Polícia Federal em relação à segurança das instalações portuárias brasileiras. Afirmou, ainda, que a ANTAQ e a Conportos vêm atuando em parceria para melhorar a segurança portuária nacional e das vias fluviais. “Somamos esforços para um crescimento da efetividade de nossa segurança”, disse Tokarski. Avelar informou aos representantes norte-americanos que em cada estado brasileiro que tenha porto, seja ele marítimo ou fluvial, há uma instalação da Cesportos – Comissões Estaduais de Segurança Pública nos Portos Terminais e Vias Navegáveis.
Povia lembrou que a ANTAQ tem grande capilaridade no setor portuário nacional. Isso porque a Agência conta com 14 Unidades Regionais e mais doze postos avançados, que conseguem identificar rapidamente qualquer não conformidade e solucioná-la com a menor burocracia possível. “Além disso, há vários atores no porto que trabalham pela segurança em seu sentido amplo. A Polícia Federal, a Receita Federal, a Anvisa, o Vigiagro, entre outros, o que permite evitar vulnerabilidades nas instalações portuárias”, afirmou o diretor da ANTAQ.
Fonte: Antaq

* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                           
                                                          COMENTÁRIOS                             

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES