Postagem em destaque

CURSO ESPECIAL DE SUPERVISOR DE SEGURANÇA PORTUÁRIA - CESSP 19ª EDIÇÃO SERÁ REALIZADO EM SANTOS

São 160 vagas distribuídas entre as instalações portuárias sediadas no território nacional. As inscrições vão até o dia 30 de setembro,...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 13 de março de 2019

0

COMISSÃO BUSCA SOLUÇÃO PARA ACABAR COM ASSALTOS AOS CAMINHONEIROS NO PORTO DE PARANAGUÁ



Os dados serão levantados junto à Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Portuária
Os recorrentes assaltos aos caminhoneiros que circulam pela região do Porto de Paranaguá, no Litoral do estado, foi o tema central da primeira reunião da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), realizada na manhã desta terça-feira (11). Durante o encontro, os deputados membros da Comissão definiram medidas para buscar uma solução de combate efetivo à ação dos criminosos no local.
Entre as ações detalhadas está o levantamento do número de ocorrências referentes a furtos e roubos que têm como vítimas os caminheiros em toda a região do Porto. Os dados, de acordo com os parlamentares que participaram da reunião, serão levantados junto à Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Portuária. O objetivo é levar as informações ao secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado do Paraná, Luiz Felipe Kraemer Carbonell.
“Nosso objetivo não é só cobrar das forças policiais e do Poder Público como um todo. Queremos criar alternativas para combater esses crimes. Mapeamos essa situação no Porto de Paranaguá e agora vamos aguardar as estatísticas que virão das forças de segurança que atendem todo o local. Além disso, estamos planejando uma visita ao porto para verificarmos in loco a situação dos caminheiros”, afirmou o deputado Coronel Lee (PSL), presidente da Comissão de Segurança Pública da Alep.
De acordo com o deputado Soldado Adriano José (PV), integrante da Comissão de Segurança Pública, a ida de uma comitiva de parlamentares ao Porto de Paranaguá pode agilizar o processo na busca por soluções para os crimes ocorridos no local. “Acredito que com as estatísticas em mãos e com a visita ao local para ouvir os caminheiros e os trabalhadores do porto, teremos um parâmetro para minimizar ou solucionar o problema de uma vez por todos”, disse.
Força-tarefa
O deputado Delegado Jacovós (PR), também membro da Comissão de Segurança Pública, acredita que a criação de uma força-tarefa entre policiais e o Judiciário pode coibir as ações de criminosos no local. “Não é só a polícia que vai resolver esse problema. É preciso que o Ministério Público e o Poder Judiciário ajam com rigor em relação aos furtos e roubos que assolam os caminhoneiros”, ressaltou o parlamentar.
Atuação

Para o deputado Coronel Lee esta primeira reunião mostra que a Comissão não irá atuar apenas no âmbito dos trabalhos legislativos, se limitando apenas à análise de projetos de lei relativos ao tema. “Não vamos atuar de maneira forte em todos os temas que dizem respeito à Segurança Pública no estado do Paraná. Nós, deputados membros da Comissão, temos todo o mapeamento do que está acontecendo no estado e queremos não apenas cobrar das autoridades, mas sim propor soluções práticas para as grandes demandas de segurança do Paraná”, garantiu o parlamentar.
Fonte: Site CGN


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.