Postagem em destaque

GUARDAS PORTUÁRIOS FAZEM CURSO DE APH NO PARÁ

O curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) foi realizado no Porto de Vila do Conde. A Companhia Docas do Pará (CDP) realizou no últi...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 70 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE NATAL




A operação ocorreu em conjunto com a Receita Federal e a Guarda Portuária.
A Receita Federal, em conjunto com a Receita Federal e a Guarda Portuária, realizou na última quinta-feira (05), mais uma inusitada apreensão de drogas no Porto de Natal. Desta feita, mais de 70 kg de cocaína estavam camuflados em um carregamento de sacos de sal refinado, pesando 25 kg cada. A carga, com um total de 720 sacos, seria embarcada em um navio com destino ao Porto de Antuérpia, na Bélgica.

A descoberta aconteceu durante uma fiscalização e análise de situação suspeita. Ao ser vistoriada a carga de um container com a utilização de um scanner de bagagem, surgiram indicações de que alguns sacos de sal continham algo estranho no seu interior. Após devidamente separados e abertos, 66 tabletes da droga, pesando cerca de 70 kg cada, foram achados.

Droga no Galpão
No mesmo dia a PF recebeu uma denúncia anônima de que um galpão no Bairro de Emaús, Zona Sul da capital, havia um caminhão usado para transportar drogas, escondido naquele local.

Em incursão no galpão, foi localizado um caminhão, sendo achado na sua boleia 12,5 kg de cocaína. Além da droga, foram também apreendidos o veículo e uma empacotadora/seladora a vácuo, provavelmente utilizada para embalagem da droga. Ninguém foi encontrado no local.
A droga foi levada para a sede da PF, em Lagoa Nova, na Zona Sul da capital. Um inquérito policial foi instaurado para  identificar e prender os envolvidos com a carga ilícita
Somente neste ano, mais de 4,4 toneladas de cocaína foram apreendidas pela Polícia Federal no Porto de Natal.
Nota da Codern
A Polícia Federal (PF) realizou uma apreensão de drogas no Porto de Natal, nesta quinta-feira (05), reafirmando a eficiência do trabalho em conjunto entre a PF, a Receita Federal e a Guarda Portuária da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN). Ressalta-se que o entorpecente foi detectado acondicionado no contêiner de sal empacotado, que não foi inserido dentro da área portuária.
Entre os focos, a Diretoria da CODERN estabeleceu como uma de suas prioridades de gestão o aprimoramento na segurança do Porto de Natal de forma a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE) e obtenção de um scanner.
Enfatiza-se, ainda, que tem sido recorrente a apreensão de drogas nos Portos do Brasil.
Companhia Docas do Rio Grande do Norte


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.