Postagem em destaque

OPERAÇÃO ENVOLVENDO PF, RFB E GPORT APREENDE MAIS DE UMA TONELADA DE COCAÍNA NO PORTO DE SÃO SEBASTIÃO

  A troca de informações entre as autoridades envolvidas foi crucial para o sucesso da operação. Na tarde da última sexta-feira (02) uma o...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 8 de julho de 2020

0

HELICÓPTERO CAI NA BAÍA DE GUANABARA, PRÓXIMO AO PORTO DO RIO DE JANEIRO



O CCCSP da Guarda Portuária acionou a sua equipe de patrulhamento marítimo e comunicou as demais autoridades.
Na tarde da última segunda-feira (06), por volta das 14h30, um helicóptero caiu na Baía de Guanabara, próximo ao Píer Mauá, no Porto do Rio de Janeiro.
A queda foi visualizada pelo Centro de Controle e Operações Centro de Comando e Controle de Segurança Portuária (CCCSP), da Guarda Portuária, que de imediato acionou a sua equipe de patrulhamento marítimo e comunicou as demais autoridades.
Equipes realizando buscas no local da queda (foto: reprodução GloboNews)

Três lanchas e uma moto aquática da Marinha do Brasil (MB) foram deslocadas para o local e iniciaram operações de resgate do helicóptero. Uma lancha do Corpo de Bombeiros, com uma equipe de mergulhadores também se dirigiu para lá, dando início as buscas para a localização da aeronave. A base de apoio em terra se concentrou na Praça Mauá, perto do Museu do Amanhã.



Base em terra (foto: reprodução Jornal da Record TV)
De início se acreditava que havia três pessoas a bordo, posteriormente houve a informação de que eram duas pessoas e elas tinham sido resgatadas imediatamente após a queda, por uma embarcação utilizada para o transporte de tripulantes que passava pelo local, e foram conduzidos à Capitania dos Portos.
Segundo a instituição, não foi notada poluição na água causada por vazamento de óleo e combustível da aeronave.
A queda do helicóptero será investigada pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Aeronáutica.
Anac            
De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o helicóptero prefixo PR-OEA é do modelo Robinson R22 Beta, fabricado em 2005, com capacidade para duas pessoas e registro para instrução privada. A aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia, portanto apta a voar.
Segundo um relatório da Aeronáutica datado de outubro de 2013, o helicóptero sofreu um acidente, também sem vítimas, em janeiro de 2012, no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio. Ele foi recuperado e teve seu CA novamente validado."
Retirada


Helicóptero resgatado (Foto: Ricardo Braga – Site R7)


Na tarde de ontem (07) o helicóptero foi retirado da Baía de Guanabara e encaminhado ao Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), no Galeão, para dar prosseguimento às investigações do acidente. Para a remoção, foi necessário o fechamento temporário de parte do canal comercial de acesso ao porto.
Segundo uma testemunha ouvida pela GloboNews, o helicóptero fez um barulho e uma parte da cauda soltou, antes da aeronave fazer um rodopio e adernar na baía.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.