Postagem em destaque

OPERAÇÃO ENVOLVENDO PF, RFB E GPORT APREENDE MAIS DE UMA TONELADA DE COCAÍNA NO PORTO DE SÃO SEBASTIÃO

  A troca de informações entre as autoridades envolvidas foi crucial para o sucesso da operação. Na tarde da última sexta-feira (02) uma o...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 24 de julho de 2020

0

RECEITA FEDERAL INTERCEPTA 632 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS



A droga, oculta em carga de argamassa, tinha como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica.
Na última terça-feira (21), a Receita Federal d o Brasil (RFB) interceptou no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, 632 kg de cocaína que seriam enviados ao exterior.

A carga de argamassa (mistura de cimento, areia e aditivos usada para assentar pisos e revestimentos e nivelar superfícies), acondicionada em sacos, tinha como destino final o Porto de Antuérpia, na Bélgica, e foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner.

Houve indicação positiva para presença de drogas do cão de faro da Receita Federal, aumentando as suspeitas. A cocaína foi encontrada e estava acondicionada em tabletes e oculta dentro de alguns sacos da carga.
A droga interceptada pela RFB foi entregue à Polícia Federal (PF), que acompanhou a operação a partir de sua localização e prosseguirá com as investigações com base nas informações fornecidas pela Receita.

Em 2020, a Alfândega de Santos já apreendeu mais de 11 toneladas de cocaína. A Unidade foi responsável por 40% de toda a cocaína apreendida pela Receita Federal no País no primeiro semestre de 2020.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.
      
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.