Postagem em destaque

GUARDAS PORTUÁRIOS ENTRAM EM GREVE NO PARÁ

     Porto de Santarém  Manifestação reivindica avanços no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) Na data de ontem, quarta-feira (13), os guard...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 29 de abril de 2021

0

CASOS DO CAIS: ROUBARAM O JEEP DA MARINHA NO PORTO DE SANTOS

 

Aconteceu nos anos 60 ou 70? Mas aconteceu de verdade!

Um dia o Capitão dos Portos, a maior autoridade da Marinha baseado em Santos, foi convidado para um almoço a bordo, pelo comandante de um navio, seu amigo, ancorado em Santos. Aconteceu nos anos 60 ou 70? Mas aconteceu de verdade! 

Fazia sol, como na maioria dos dias nesta amada cidade naquela época do ano. O trajeto entre a sede da Capitania dos Portos e o armazém onde estava o navio do amigo do comandante foi feito no Jeep da unidade, aqueles com capota de lona e sem janelas, com o vento entrando por todos os lados, que amenizava um pouco a alta temperatura. 

Chegando ao Porto, o comandante desceu do veículo, que estacionou junto à escada de acesso ao navio, e a subiu.

Passado algum tempo, o motorista do Capitão dos Portos sentiu uma necessidade enorme de mictar. Olhou prum lado, pro outro e viu um banheiro láááááá longe! 

Apesar da distância, foi! 

Ele sabia que o Capitão não voltaria antes de duas horas, o que lhe daria muito tempo para atender à suas necessidades fisiológicas. Com folga! 

Mas, quando voltou, a surpresa desesperadora. O Jeep sumira. Ele não acreditava, quem teria tido a coragem de roubar um Jeep da Marinha, com o símbolo oficial e a inscrição: Marinha do Brasil/Capitania dos/Portos/Santos? 

Mas alguém o roubara. 

Passaram-se as duas horas previstas, o Capitão dos Portos desceu e não viu o seu Jeep.

Depois da continência, o motorista, totalmente constrangido, explicou o acontecido: fui ao banheiro e quando voltei alguém havia roubado o Jeep. 

Foi a maior correria no cais. Como aquilo podia ter acontecido? 

Não havia explicação. 

LEIA TAMBÉM: CASOS DO CAIS: O CÓDIGO 13

Não havia mesmo, até que o conferente de carga e descarga, que nada sabia do caso, já que estava a bordo, dentro dos porões, avisou pelo rádio o pessoal de terra: - Sabem aquele carregamento de Jeep? Pois é, tem um a mais aqui no porão.  

Está cheio de coisas escritas e com um âncora desenhada na lataria. Manda o guindaste pra tirar isso daqui pois este Jeep é clandestino e não vai viajar não! Gritou com autoridade.

E o Capitão dos Portos pode voltar para a Capitania no seu Jeep. Coisas do Porto de Santos.

Autor: Autor: Curiosidades é uma coletânea de textos engraçados escritos pelo jornalista santista Chico Lelis, com passagens pelos jornais O Globo, Tribuna de Santos e Diário do Comercio; foi gerente de Comunicação da General Motors do Brasil.

Site: CidadeOn



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.