Postagem em destaque

CDRJ É CONDENADA A PAGAR DANOS MORAIS POR NÃO RENOVAR O PORTE DE ARMAS DE UM GUARDA PORTUÁRIO

  O magistrado assinalou que, ao proceder assim, a CDRJ expôs a vida e a integridade física do trabalhador a risco A Companhia Docas do Ri...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 31 de março de 2022

0

EMBARCAÇÃO APREENDIDA COM 2 TONELADAS DE COCAÍNA É LEILOADA POR MAIS DE R$ 600 MIL

 

O catamarã saiu do Brasil com 2.216,5 kg de cocaína e tinha como destino, a Europa

A embarcação “Guruçá Cat”, do tipo catamarã, apreendida no início de 2021, a 270 km da costa do Recife, com 2.216,5 kg de cocaína, foi leiloada no dia 18, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSJP), por meio da Secretária Nacional de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos (Senad). O veleiro, que é característico por ter dois cascos paralelos na sua base, recebeu dois lances e foi vendida por R$ 650.500,00. Os cinco tripulantes presos com a droga, na época, foram condenados.

Em agosto de 2021, a Justiça Federal em Pernambuco determinou o perdimento definitivo do bem em favor da União, o que permitiu a realização do leilão. O catamarã saiu do Brasil e tinha do destino a Europa. O veleiro Guruçá Cat já foi utilizado para dar uma volta ao mundo, entre os anos de 2012 e 2016.

De acordo com dados do MJSP, neste ano foram realizados em todo o país, 33 leilões com arrecadação de aproximadamente R$ 10 milhões. O Ministério explicou que os recursos obtidos por meio da venda desses ativos são destinados aos cofres públicos para investimentos em projetos de modernização, capacitação, de pesquisa e de avaliação voltados para aperfeiçoar atividades dos órgãos de segurança pública.

Relembre o caso

A Polícia Federal (PF), em atuação conjunta com a Marinha do Brasil (MB), finalizou em 16 de fevereiro de 2021 a apreensão da embarcação, em águas territoriais brasileiras, na costa do Estado de Pernambuco, carregada com 2.216,5 kg de cocaína.

De acordo com a PF, na embarcação, que foi escoltada até Recife pela PF e pela Marinha, estavam cinco homens que foram presos e autuados em flagrante por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico. Após a pesagem da droga, os presos foram conduzidos à sede da PF onde as medidas de polícia judiciária foram adotadas.

SAIBA MAIS: APREENSÃO DE VELEIRO COM 2.216,5 KG DE COCAÍNA EXPÕE NOVA ROTA DE TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

Na época, a ação contou com a participação do Centro de Análise e Operações Marítimas – Narcótico (MAOC–N), sediado em Lisboa/Portugal, da Drug Enforcement Administration (DEA/EUA) e da National Crime Agency (NCA/Reino Unido) reafirmando a importância das ações de cooperação policial internacional, conduzidas pela Polícia Federal.

Fonte: Diário de Pernambuco


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.