Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO ESPECIAL DE SUPERVISÃO EM SEGURANÇA PORTUÁRIA

  O período de inscrição é de 18 de maio de 2022 a 05 de junho. Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas A Comissão Nacional...

LEGISLAÇÕES

sábado, 11 de junho de 2022

0

VIGILÂNCIA ADUANEIRA DA ESPANHA APREENDE UM BARCO DE PESCA COM 560 KG DE COCAÍNA

 

A operação, denominada "Brasil Branco", deteve oito tripulantes brasileiros

A embarcação da Vigilância Aduaneira, Petrel 2, interceptou em operação conjunta da Guarda Civil, da Polícia e da Agência Tributária, uma embarcação pesqueira sem bandeira, nem identificação, carregada com 560 kg de cocaína e deteve seus oito tripulantes, todos brasileiros,.

A operação, denominada "Brasil Branco", culminou na sexta-feira (03/06) com a abordagem de um navio de 19 metros de comprimento convertido para o transporte ilícito de entorpecentes, a cerca de 500 quilômetros ao sul das Ilhas Canárias.

A embarcações foi escoltada até o Porto de Las Palmas de Gran Canaria, onde chegou na última terça-feira (07/06), segundo o Ministério do Interior.

A investigação que deu origem a esta apreensão de mais de meia tonelada de cocaína, dirigida pela Promotoria Antidrogas do Tribunal Superior Nacional, começou com a troca de informações entre o Centro de Análise e Operações do Atlântico (MAOC-N) e o Centro de Inteligência Contra o Terrorismo e o Crime Organizado (CITCO), que detectou a existência de um navio suspeito que poderia transportar drogas da América do Sul para a Europa.

A partir desse momento, a Guarda Civil, em coordenação com a Agência Fiscal e a Brigada Central de Entorpecentes da Polícia Nacional, se desdobrou para utilizar os meios necessários para localizar o navio e, se possível, abordá-lo, tal como foi feito com o Petrel.

Os órgãos responsáveis ​​pela operação destacam a complexidade da interceção do navio, uma vez que havia muito pouca informação sobre a sua localização e as condições de navegação até ao momento da abordagem foram difíceis devido a uma tempestade nos Açores. “Uma vez detectada a embarcação de pesca, foi realizada uma ação de abordagem rápida e clara em condições técnicas de segurança apesar do estado do mar”, acrescentam.

Durante a intervenção foi encontrada uma quantidade significativa de fardos que são utilizados habitualmente para o tráfico de cocaína e os oito tripulantes do barco de pesca foram detidos.

Ministério do Interior

"Esta operação é mais uma no combate ao narcotráfico na chamada Rota da Cocaína do Atlântico"

Os tripulantes detidos, assim como o barco, a droga e os processos policiais foram colocados à disposição do Tribunal Central de Instrução que atua como Guarda do Tribunal Nacional.

O Ministério do Interior destaca que "esta operação é mais uma das realizadas no âmbito do combate ao narcotráfico na chamada Rota Atlântica da Cocaína, conhecida por ser utilizada por barcos de pesca que, vindos da América do Sul, transportam drogas no meio do Atlântico para sua posterior introdução no continente europeu".

Fonte: Lavanguardia


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.