Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

domingo, 26 de fevereiro de 2023

0

GUARDA COSTEIRA FRANCESA ENCONTRA COCAÍNA EM NAVIO PROVENIENTE DO BRASIL

 

O cargueiro, carregado com 20 mil toneladas de farelo de soja, deixou o Porto de Paranaguá, no Brasil, no dia 24 de janeiro

A Guarda Costeira da França encontrou na cidade portuária de Lorient, no noroeste da França, 180,3 kg de cocaína escondidos no navio graneleiro “Falkonera”, de bandeira liberiana, procedente do Brasil.

O entorpecente foi apreendido na noite de 9 para 10 de fevereiro de 2023, em frente ao Porto de Lorient. O cargueiro, carregado com 20 mil toneladas de farelo de soja, deixou o Porto de Paranaguá, no Brasil, no dia 24 de janeiro.

O promotor de Lorient, Stéphane Kellenberger, especificou em comunicado à imprensa, no dia 14 de fevereiro de 2023, as circunstâncias da apreensão.

Após o direcionamento da unidade de inteligência e orientação de inspeções marítimas do serviço de guarda costeira alfandegária de Nantes, a tripulação da brigada de guarda costeira de Lorient realizou a inspeção do cargueiro “Falkonera”.

A fiscalização começou ao nível do convés principal, na presença do capitão e dos marinheiros do navio, todos de nacionalidade indiana. Às 2h30, uma equipe de três mergulhadores da alfândega iniciou uma inspeção no casco do navio. Trinta minutos depois, a avaliação evidencia uma anomalia numa das redes de água do mar, sea chest (baú de mar), abaixo da linha d’água.

“A droga foi encontrada acondicionada em fardos impermeáveis”, disse à AFP Guillaume Pape, da assessoria de imprensa da Guarda Costeira da região.

O comunicado da promotoria continua: “Ao final das operações de mergulho, os testes realizados no pó branco contido nos tabletes reagiram positivamente à cocaína. O capitão foi imediatamente colocado em detenção alfandegária, sendo imediatamente notificado o Ministério Público de Lorient. (…) Os bens e o capitão foram entregues, sob a supervisão do Raid, à Direcção Territorial da Polícia Judiciária de Rennes - ramo Ofast, de acordo com as directivas e sob a coordenação do procurador de Lorient. O capitão do navio foi detido, para efeito de verificação, antes de ser libertado”.

O estupefaciente apreendido, destinado à destruição imediata, representa um valor superior a 15 milhões de euros no mercado de revenda ilícita a varejo, além do seu impacto em termos de saúde pública e criminalidade organizada.

Sea Chest

Os sea chest (baús de mar), ou em francês as “caixas de captação de água”, são espaços ocos e estanques, no casco de um navio, que podem ser inundados e servem para sugar a água do mar por meio de canos. Essa água é essencial para resfriar motores, prevenir riscos de incêndio, encher lastros ou ser bebida depois de dessalinizada. Atrás das grades dessas cavidades, os pacotes de drogas foram "escondidos, imersos e embalados de forma selada", detalhou o procurador de Lorient, Stéphane Kellenberger. Uma técnica cada vez mais utilizada

(Infographie Le Télégramme/Laurent Silliau)

Esta não é a primeira vez que essas caixas de entrada de água são usadas para esconder drogas em um navio cargueiro. Em 26 de maio de 2022, três sacolas contendo 128,4 kg de cocaína e pesadas por discos de ferro fundido foram encontradas em uma cavidade localizada a doze metros de profundidade no casco de um graneleiro.

O navio, que esperava para despejar celulose no Porto de La Rochelle, também era procedente do Brasil e também arvorava bandeira da Libéria. Mais recentemente, um dia antes da apreensão em Lorient, em 8 de fevereiro de 2023, a alfândega de Gibraltar apreendeu 172 kg de cocaína escondidos nas tomadas d'água de um cargueiro que estava estocando combustível na Baía de Algeciras.




A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.