Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 13 de maio de 2024

0

PF APREENDE 2 TONELADAS DE COCAÍNA NO RIO SOLIMÕES, NO AMAZONAS


Além da droga, as polícias apreenderam seis fuzis, uma espingarda, seis granadas, diversas munições e uma lancha blindada com quatro motores

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar do Estado do Amazonas (COE) e a Polícia Civil do Estado do Amazonas (DRCO e CORE), realizou a apreensão, no domingo, 5 de maio, de  duas toneladas de cocaína no Rio Solimões, próximo do município de Codajás, distante 240 quilômetros (em linha reta) da capital, Manaus.

Agente da DRE-PF

A PF informou ainda que o transporte do entorpecente era feito por um grupo de traficantes fortemente armados em lancha blindada, mas que os suspeitos conseguiram empreender fuga.

“Nós conseguimos monitorar um grande carregamento de drogas que teria entrado no Amazonas e lançamos algumas equipes para buscar essa intervenção. Lógico que pelo grande território amazônico, fica muito difícil esse tipo de intervenção. Foram semanas de operação”, explicou o Delegado da PF, Leonardo Schimdt.

A droga e o material apreendido estava em local de difícil acesso

Segundo o delegado, o resultado da operação foi expressivo no combate ao narcotráfico. “Mais de duas toneladas de drogas foram tiradas de circulação. Além de seis fuzis calibres 7.62 e 5.56, uma espingarda calibre 12, seis granadas, diversas munições, inclusive de calibre .50 e uma lancha blindada com quatro motores”, detalhou Leonardo Schimdt.

A lancha apreendida tinha 4 motores

Nenhum dos criminosos foi preso por conta da dificuldade de acesso à região onde eles estavam escondidos. As investigações seguem em andamento para a identificação dos envolvidos na prática criminosa.

Para chegar ao bando os agentes das forças de segurança do estado contaram com apoio da DIRANDRO, a Direção Antidrogas no Peru. O país compõe a tríplice fronteira (Brasil/Peru/Colombia) e produz grande parte da cocaína que entra no Brasil pelo estado do Amazonas. A operação também teve apoio do DEA (Drug Enforcement Administration), que é a agência antidrogas dos Estados Unidos.

“As investigações apontaram, que um grupo iria trazer um grande carregamento para Manaus e com poder bélico desproporcional. Em razão disso, houve o compartilhamento dessas informações com a PF, que também já tinha uma investigação nesse sentido”, disse o delegado geral Bruno Fraga.

A ação resultou em uma das maiores apreensões de drogas realizadas no estado do Amazonas. As investigações seguem em andamento para a identificação dos envolvidos na prática criminosa.

Essa foi a maior apreensão da história do Amazonas

Rotas alternativas na Amazônia

A PF também informou que traficantes estão buscando outras soluções para trazer os entorpecentes pelo rio que não passe por bases onde há fiscalizações.

"Esse é um novo perfil de tráfico com lanchas rápidas e proteção balística artesanal para poder confrontar a polícia ou outros piratas de rio, é notório que traficantes estão cada vez mais armados e com carregamentos maiores e buscam se esconder em trechos do rio”, informou o delegado da PF, Leonardo Schmidt.

Segundo a polícia, além do armamento, os traficantes contam com informantes que costumam avisar sobre a movimentação dos agentes na região.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.