Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO ESPECIAL DE SUPERVISÃO EM SEGURANÇA PORTUÁRIA

  O período de inscrição é de 18 de maio de 2022 a 05 de junho. Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas A Comissão Nacional...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 13 de junho de 2022

0

PF E MARINHA DO BRASIL APREENDEM 2.700 CAIXAS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS

 

Ação é fruto do intercâmbio de dados de inteligência entre as Instituições

A Polícia Federal (PF), em uma ação dos Núcleos de Polícia Marítima de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, além de militares da Marinha do Brasil (MB), com base no intercâmbio de dados de inteligência, realizaram na tarde da segunda-feira (6/6) a apreensão de grande carga de cigarros contrabandeados que eram transportados em dois barcos pesqueiros na costa nordestina.

A abordagem ocorreu em alto mar, próximo às divisas dos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, tendo sido localizado no interior das embarcações um total de 2.700 caixas de cigarros contrabandeados, com peso estimado de 40 toneladas. Diante da situação os 12 tripulantes dos barcos pesqueiros foram presos em flagrante.


A ação contou com o apoio das Superintendências Regionais da Polícia Federal na Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, bem como do 3ª Distrito Naval da Marinha do Brasil.

Trata-se da terceira ação conjunta no ano de 2022 entre a Polícia Federal e a Marinha do Brasil em que foi possível a apreensão de cigarros contrabandeados transportados via marítima, totalizando mais de 150 toneladas de cigarros apreendidos.

Segundo a Polícia Federal, as doze pessoas presas foram conduzidas no Navio Araguari para o Porto de Cabedelo, na Paraíba, assim como, os navios e carga apreendidos.

A ocorrência foi encaminhada à Superintendência Regional da Polícia Federal para a realização dos atos de formalização da prisão em flagrante dos envolvidos e apreensão da carga contrabandeada.

Os suspeitos serão autuados pelo crime de contrabando (importar ou exportar mercadoria proibida), que prevê pena de reclusão de dois a cinco anos.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.