Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

0

MAIS 159 KG DE COCAÍNA SÃO ENCONTRADOS EM CASCO DE NAVIO NO PORTO DE PARANAGUÁ

 

Foi a segunda apreensão do entorpecente realizada pela Operação Ágata em menos de uma semana

Na última sexta-feira (26), em prosseguimento à Operação Ágata, mergulhadores da Marinha do Brasil (MB) e da Polícia Federal (PF) encontraram um novo carregamento de drogas destinado ao continente europeu.

As drogas estavam escondidas no casco do navio “ZERMATT” que carregava farelo de soja, atracado no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná.

Cerca de 159 kg de substância com características de cocaína, que tinham como destino a Alemanha, estavam acomodados em quatro fardos, num compartimento externo e submerso da embarcação, acessível somente por mergulhadores especializados.

As embarcações Avisos-Patrulha Barracuda e Espadarte, da Marinha do Brasil, e da Polícia Federal participaram da ação de fiscalização.

O material foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Paranaguá, para apreensão e posterior destruição. A PF seguirá com as investigações.

2ª Apreensão

Foi a segunda apreensão de cocaína em casco de navio realizada pela realizada durante a Operação Ágata no litoral paranaense em menos de uma semana.

Na segunda-feira (22), uma ação dos dois órgãos também localizou 45 kg de cocaína em outra embarcação.

Operação Ágata

A Operação Ágata, que visa coibir os ilícitos transfronteiriços e ambientais por meio de operações interagências, está sendo realizada presentemente no litoral do Paraná sob coordenação da MB, incluindo a participação da PF, da Secretaria da Receita Federal do Brasil, da Polícia Militar do Paraná e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A embarcação tinha como destino um porto europeu.

Sea Chest

O compartimento em que a cocaína foi encontrada fica no casco do navio e é conhecido como “Sea Chest” ou "Caixa de Mar". A abertura permanece sempre submersa e só pode ser acessada por mergulhadores.

Traficantes internacionais contratam profissionais experientes para colocar as bolsas com o entorpecente no compartimento. O procedimento obriga que os mergulhadores permaneçam submersos por mais de 1h.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.