Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 12 de janeiro de 2023

0

SUSPEITO DE LIDERAR FACÇÃO BRASILEIRA EM PORTUGAL FOI ALVO DA PF EM FEVEREIRO

 

Segundo a Receita Federal, a droga era escondida em contêineres de navios nos portos do Rio de Janeiro e Santos-SP que tinham como destino a Europa

Leonardo Serro dos Santos, 47 anos, preso pela Interpol em Abu Dhabi, em 15 de dezembro, foi alvo da Polícia Federal (PF) em fevereiro do ano passado, durante a Operação Turfe, que mirou traficantes internacionais de cocaína. Ele é apontado como o principal líder de uma grande facção criminosa brasileira que opera em Portugal.

Serro foi detido pelas autoridades dos Emirados Arábes Unidos após um pedido de captura internacional do suspeito ser emitido pela Interpol. O Ministério da Justiça prepara um pedido de extradição para os próximos dias.

O homem de 47 anos também tem cidadania portuguesa e é descrito pela PF como o responsável pela logística da exportação da droga, da sua saída dos portos brasileiros à chegada na Europa. Nas redes sociais de Serro, é possível encontrar fotos dele acompanhado de familiares em diferentes cidades do continente.

Em fevereiro, a PF cumpriu 20 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Diligências também foram feitas no Paraguai, Espanha e Emirados Árabes.

A organização criminosa adquiria a cocaína na Bolívia e Colômbia, e a droga era posteriormente distribuída no mercado interno brasileiro e europeu. Segundo a Receita Federal, que também participou da operação, a droga era escondida em contêineres de navios nos portos do Rio de Janeiro e Santos-SP que tinham como destino a Europa.

Na época, a Justiça Federal pediu a apreensão de R$ 250 milhões em bens dos envolvidos.

Os 18 meses de investigação resultaram na apreensão de oito toneladas de cocaína e de R$ 11 milhões. O dinheiro era lavado pelos criminosos através de casas de câmbio e da compra e venda de cavalos de corrida, origem do nome da operação. Segundo a PF, Serro é considerado fugitivo desde então.

Serro estaria desde então em Portugal, onde mantinha residência no município de Cascais. Segundo o jornal português Visão, ele é dono de uma empresa de gestão de carreiras desportivas, que, criada em 2009, não tem registro de atividades profissionais. Conhecido também como 'Carioca', Serro não declarava seus rendimentos.

Ele foi preso na capital dos Emirados Arábes Unidos, onde familiare seus moram, após deixar o Catar, para onde tinha viajado com o objetivo de ver o Brasil jogar na Copa do Mundo.

Invasão de facção brasileira em Portugal

A presença de membros de facções brasileiras atuando em Portugal não é novidade. Segundo a revista portuguesa Visão, a Polícia Federal brasileira reuniu-se na semana passada com a Polícia Judiciária e o Ministério Público do país. No encontro, as autoridades brasileiras alertaram formalmente suas contrapartes da presença cada vez maior de membros da facção em Portugual.

Segundo a revista, 42 membros da facção haviam sido identificados morando no país. O objetivo seria utilizar o país como porta de entrada para o comércio.

Além disso, as prisões do ex-policial Sérgio Roberto de Carvalho, conhecido como 'Pablo Escobar Brasileiro', em junho, e de seu operador em Portugal, Ruben Oliveira, o 'Xuxas', abriram caminho para a reorganiação do narcotráfico na região. O episódio teria sido visto como uma oportunidade pela facção brasileira para reforçar sua presença no país.

Fonte: Yahoo/OGlobo


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.