Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 26 de janeiro de 2024

0

HONG KONG APREENDE 444 KG DE COCAÍNA LÍQUIDA PROVENIENTE DO BRASIL

 

A droga estavam em embalagens plásticas utilizadas para vinhos bag in box. A declaração afirmava que continha vinho tinto e branco além de suco de uva

A aduana de Hong Kong informou ter apreendido, em 19 de dezembro, 444 kg de cocaína líquida embarcada no Brasil como se fosse vinho branco, que estavam em embalagens plásticas utilizadas para vinhos bag in box. O valor estimado de mercado, segundo as autoridades, pode chegar a HK$490 milhões (310 milhões de reais ou US$ 62 milhões).

Suspeita

O container de 20 pés, separado para inspeção com base em análise de inteligência, chegou em Hong Kong vindo do Brasil e a declaração afirmava que ele continha vinho tinto e branco além de suco de uva.

No dia 19 de dezembro, os agentes da autoridade aduaneira suspeitaram do carregamento, pois algumas das caixas de vinho mostravam sinais de terem sido alteradas e seladas novamente, e com peso inconsistente. E como eles consideram o Brasil um país de alto risco, foram retirada para análise, amostras de vinho branco que estavam em embalagens plásticas utilizadas para vinhos bag in box.

Das 706 caixas de vinho, 37 delas continham 148 pacotes de liquido suspeito que, sob análise testaram positivo para cocaína, e a vigília a partir daí durou 26 dias, 24 horas por dia até a prisão de dois envolvidos.

O contêiner foi mantido sob vigilância no Porto de Kwai Chung, em Kowloon, região noroeste de Hong Kong, até que um homem, de 50 anos, apareceu para transportá-lo, e teria pego o carregamento e deixado num estacionamento na ilha de Tsing Yi.

Esse homem está preso, assim como outro homem de 38 anos que teria sido o responsável por coordenar o embarque. Os dois seriam moradores de Hong Kong, mas "não chineses".

A investigação ainda está em andamento, e o líder da organização teria sido rastreado, podendo haver mais prisões. O superintendente sênior para narcotráfico da alfândega, Wong Ho-yin, afirmou que vai reforçar o intercâmbio com agências internacionais.

A divisão fragmentada do trabalho pela organização criminosa, com diferentes integrantes cuidando de cada passo, desde a fase inicial do transporte marítimo, teria criado dificuldade para identificar toda a logística da organização criminosa (Orcrim).

O container voltou para o depósito do terminal marítimo de Kwai Chung e está sob vigilância enquanto outros testes químicos estão sendo realizados. A marca dos vinhos não foi revelada.

Época de Natal

O superintendente da aduana, Jacky Tsang Kin-bon, afirmou para um jornal local que eles acreditam que os traficantes tentaram tirar vantagem da alta movimentação de mercadorias durante a época de Natal e Ano Novo para fazer com que os narcóticos passassem despercebidos, aproveitando-se da maior demanda logística no período, método que já havia sido identificada durante outra investigação na cidade.

Risco elevado

Devido a seguidas apreensões, incluindo as modal via aérea, o Brasil é considerado país de risco elevado, daí também o contêiner ter chamado a atenção. Exatamente um ano antes, na mesma época de festas, foi interceptado outro contêiner marítimo, com 300 kg de cocaína em meio a um carregamento de frango congelado.

Maior apreensão

É o maior caso de apreensão de cocaína líquida na história da cidade, avaliou o órgão, citando mais de duas décadas de registros. O achado só foi divulgado na semana passada, após a prisão dos dois homens.

Prisão Perpétua

Ainda na condição de suspeitos, eles podem ser condenados até a prisão perpétua, pela legislação local. Em comunicado à imprensa, a alfândega detalhou que um dos homens disse ser dono de transportadora, e o outro, desempregado.

Apreensões de drogas em Hong Kong

Segundo ele, em todo o ano de 2023 a alfândega apreendeu perto de 9,5 toneladas de vários tipos de drogas, das quais 3,7 toneladas chegaram por mar a Hong Kong, região administrativa especial da China. Teria sido o ano com maior apreensão nas mais de duas décadas com registro.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.