Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

1

TAVA NA CONDICIONAL, TÁ PRESO


SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA / GUARDA PORTUÁRIA






No último dia 11, o guarda portuário Rodrigo Benício estava de serviço no Posto Fiscal n º 03 quando foi informado por um transeunte que um homem trajando camisa vermelha estava arrastando uma mulher à força em direção ao local conhecido como “Praça da Fome”.
Recebida a informação, Benício informou o CCOS – Centro de Controle de Operações e Serviços, que começou a monitorar pelas câmeras aquele local e acionou as rondas, para ali se dirigirem.
Em diligências realizadas pelas rondas na área informada, os guardas portuários Ferreira, Moisés, Rômulo e Bastos detiveram um elemento, identificado como Paulo Faustino, que arrastava uma jovem, menor de idade, junto aos trilhos da linha ferroviária, próximo ao Armazém I.
Como a jovem estava sendo levada pelo elemento contra a sua vontade e tinha vários hematomas e um corte nos lábios, as partes foram conduzidas ao 1º Distrito Policial e apresentadas à autoridade de plantão, Dra. Edna Pacheco F. Garcia, que autuou Faustino por LCD – Lesão Corporal Dolosa.
Segundo os guardas portuários Ferreira e Moisés, como Faustino estava no regime condicional, tendo cumprido três anos de pena por Roubo (artigo 157), ficou preso e encaminhado à carceragem.
Faustino tinha tatuado na perna direita a figura de um palhaço, marca feita nos presídios para identificar “matador de polícia”.
Enquanto estavam no plantão, ali compareceu o pai da adolescente se queixando que aquele elemento tinha sequestrado e mantido em cárcere privado a sua filha de 16 anos.
Por Carlos Carvalhal

Um comentário:

LEGISLAÇÕES