Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

10

GUARDA QUER ACABAR COM A GUARDA PORTUÁRIA


SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA / GUARDA PORTUÁRIA



 

Se já não bastasse a intenção da Secretaria de Portos – SEP de querer acabar com a guarda, agora é o Gerente de Segurança – GERSEG, da Companhia Docas do Pará – CDP, que não se sabe por que interesse, age de encontro a sua própria categoria.
 
Alguns se esquecem de que não são gerentes e sim “estão gerentes” e mais cedo ou mais tarde, ele deixa de ser gerente.
 
Fim da função de inspetor
 
No último dia 14/12, ele determinou que os inspetores da Guarda Portuária passassem a exercer somente atividades administrativas, deixando a função que legalmente lhes pertence a cargo dos guardas escalados como condutores das viaturas.
 
A medida foi tomada pelo gerente Gilson André Ferreira da Silva (foto), que afirma estar cumprindo o que determina o Regulamento da Guarda Portuária da CDP, feito exclusivamente por ele mesmo.
 
Os inspetores passaram a ser escalados e a ficarem confinados, até dois por turno de serviço, na sala de supervisão de segurança do Porto de Belém, de onde, obrigatoriamente, não tem mais responsabilidade alguma com a guarnição de serviço nos portos de Belém e terminais de Miramar e Outeiro.
 
Eles não fazem mais ronda, não utilizam mais rádios VHF e nem atendem ocorrências relativas à Segurança Portuária. Tudo agora fica a cargo dos guardas.
 
Desvio de função
 
Impressiona quem gerencia a segurança no Pará, se já não bastasse os guardas realizando a função de conferente, agora eles realizam a função dos inspetores, caracterizando mais uma vez o desvio de função, gerando mais passivo trabalhista à CDP.
 
No primeiro semestre, a CDP pagou, ou foi sentenciada à pagar, algo em torno de cinco milhões por conta das centenas de ações trabalhistas


O caos se instalou na CDP

O Portão 15 foi fechado definitivamente pelo GERSEG no último dia 13/12. O acesso de pedestres foi transferido para o portão 17, no entanto, como nesse portão é proibida a passagem de pedestres, as pessoas correm um sério risco de serem atropeladas, pois o trânsito de veículos com contêiner é intenso.

Mesmo com o fluxo de pessoas acessando esse portão, ninguém foi escalado para fazer o controle de acesso de pedestres, comprometendo toda a segurança do porto. Além do mais, o cadastro foi suprimido deste portão, que foi absurdamente transferido absurdamente para o Portão do Pátio, ocasionando filas todos os dias.
 
Reaje Pará
 
Em Santos, quando o ex-presidente José Carlos do Melo Rêgo, com a complacência de alguns integrantes da Guarda, quis terceirizá-la, a categoria reagiu com um movimento intitulado “Guarda Portuária Sim , Terceirização Não”, e conseguiu numa audiência pública na Câmara Municipal de Santos, reverter esta intenção.
 
Posteriormente, quando o ex-superintendente da Guarda Cid Pereira Santos, apoiado por um inspetor da própria categoria, quis entregar o setor de trânsito da Guarda Portuária para a Polícia Militar, todos se uniram e fecharam o portão do prédio da Presidência da Codesp e ali realizaram o enterro simbólico dele e do seu assessor, conseguindo então reverter este quadro, no movimento que foi intitulado “O Trânsito é Nosso”.
 
Mais recentemente, o “todo poderoso” ex-superintendente da Guarda, Celso Simonetti Trench Júnior, que em Santa Catarina ficou conhecido como “O Boçal”, apoiado por um inspetor que o assessorava, acabou com as Sub-sedes da margem direita do porto, três no total, confinou os inspetores no CCOS/CCCOM, mudou o uniforme deles, e cada vez que eles saíssem para rondar, eles eram monitorados eletronicamente.  A categoria não se sujeitou a isto, e depois que os inspetores deixaram de ir trabalhar e os guardas deixaram de dirigir as viaturas, por uma semana, ele teve que, a pedido do presidente da empresa, voltar atrás, sendo alguns meses após, foi substituído e posteriormente exonerado, num movimento que ficou conhecido como “O Dia do Jaleco”.
 
A ditadura no Brasil acabou!!! Ou não? Quando o Sindicato da Guarda Portuária – SINDIGUAPOR e o Sindicatos dos Portuários – SINDIPORTO, vão reagir? Reaje Pará!!!
 
 
 
 
 

10 comentários:

  1. Esse Gerente, tal de gilson, não vale nada, tem o passado sujo, já roubou dinheiro dos companheiros de serviço quando exercia a função de guarda portuário, responde até processo criminal no Tribunal de Justiça do Estado do Pará por ter roubado uma moto de uma funcionária da SEFA, isso não vale o que o gato enterra.

    ResponderExcluir
  2. ESSA É A MAIS TRISTE REALIDADE HOJE E O CENÁRIO HISTÓRICO MAIS VERGONHOSO E DESESTRUTURADO EM QUE A GUARDA PORTUÁRIA DA CDP ESTA MERGULHADA.
    UM GERENTE DE SEGURANÇA TOTALMENTE ENRAIVECIDO E DESQUALIFICADO, LESANDO A ADMINISTRAÇÃO PUBLICA COM SEUS ATOS E MEDIDAS DESCABIDAS E, PASMACEIRAMENTE, ACABANDO E FAZENDO ACABAR COM UMA CATEGORIA PROFISSIONAL DA QUAL ESTE JÁ DEVERIA TER SIDO EXECRADO A MUITO TEMPO, A BEM DO SERVIOÇO PÚBLICO.
    NÃO TAO DIFERENTES DESSE SÃO TODOS AQUELES QUE ENALTECEM SEU TRABALHO, O TEM COMO REFERENCIA, O BAJULAM E O TEM POR LAÇOS DE AMIZADE.

    AVANTE SINDGUAPOR, AVANTE!
    AVANTE SINDIPORTO, AVANTE!

    ResponderExcluir
  3. foi substituído e posteriormente exonerado, num movimento que ficou conhecido como “O Dia do Jaleco”.
    ele foi exonerado por isso????????? tem algumas inverdades ai
    e porque vcs continuam usando farda e não o jaleco?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi exonerado em virtude de várias atitudes que ele tomou. Depois desse movimento, apoiado pelo sindicato, a CODESP tomou ciência que ele não tinha mais o comando.

      Excluir
  4. e é claro que os comentarios não serão aprovados, vcs somente publicam o que lhes convém, muitas verdades estão deixando de ser publicadas neste blog, porque ninguem fala das mafias.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui não temos nada a esconder e publicamos todos os comentários coerentes e não apenas o que convém.
      Se você tem alguma verdade para ser publicada envie o texto,e se identifique que eu publico.
      Se você tem conhecimento de alguma mafia, divulgue aqui, este blog está aberto a qualquer informação referente a Segurança Portuária.

      Excluir
  5. Não sei porque ainda temos que olhar a cara dessa canalha toda vez que acessamos algum conteúdo interessante desse site, esse pilantra não merece todo esse destaque. Precisamos é excluir da guarda portuária pessoas sem escrúpulos desse nível. O que nos conforta é que a hora dele vai chegar, esse presidente da CDP não vai durar pra sempre no cargo.

    ResponderExcluir
  6. FOI EXONERADO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO EM 05/04/2013. EXONERAÇÃO DECIDIDA EM REUNIÃO DIREX DA CDP DE 27/03/2013, EM DECISÃO UNÂNIME DE DIRETORIA COM PROPOSIÇÃO DE ABERTURA IMEDIATA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR EM RITO SUMÁRIO (TRINTA DIAS).

    ResponderExcluir
  7. UMA VERGONHA,VERGONHA , VERGONHA SOU UM DOS APROVADOS DA GUARDA PORTUAIA CONCURSO 2010 SÓ CHAMARAM 8 DURANTE, ESTE PERIODO ATE HOJE SO BLA, BLA, BLA,DEVERIA DEVOLVER O DINHEIRO DO POVO QUE PAGOU A INSCRIÇÃO FICOU ATE 3 HORA DA MADRUGADA ESTUDANDO E NO FINAL FICOU CHUPANDO DEDO. A DEFESA DO CONSUMIDOR ESTABELECE QUE QUANDO VC COMPRA UM PRODUTO OU PAGA POR ALGUM SERVIÇO A GARANTIA DEVERA SER CUMPRIDA. E O NÃO CUMPRIMENTO COM OS CONCURSADOS, QUAIS SÃO AS GARANTIAS? DEVERIAM PRENDER OS ELABOLADORES DE CONCUSSOS, 171 ISSO JÁ PASSOU DOS LIMITES O POVO NÃO AGUENTA MAIS E AINDA QUEREM ACABAR COM A CATEGORIA!

    ResponderExcluir
  8. Nunca se engana os conpanheiros por muito tenpo a verdade aparesse

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES