Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

0

GUARDA PORTUÁRIA FLAGRA CAMINHONEIRO ADULTERANDO PLACA DE CAMINHÃO



Nesta data, o Superintendente da Guarda Portuária do Porto de Santos, Ézio Ricardo Borghetti, liberou as imagens das câmeras do Centro de Controle de Comunicação e Monitoramento (CCCOM), que no  dia 31 de outubro flagraram um caminhoneiro adulterando a placa do seu caminhão.





Por volta das 00H25min, o guarda portuário Rogers Germano, de serviço no CCCOM, ao monitorar o trânsito de veículos na Avenida Eduardo P. Guinle, observou um motorista de caminhão adulterando a placa do seu veículo utilizando pasta de dente.

Ao constatar a infração, foi dada ciência ao Inspetor / Supervisor de Segurança Carlos Carvalhal, de plantão no CCCOM que de imediato solicitou para comparecer no local os guardas portuários Murilo, Nilvandro e Rafael das Rondas Ostensivas Com o Apoio de Motos do Policiamento (ROCAM-POLICIAMENTO), que abordaram o veículo.
A abordagem do veículo pela equipe ROCAM






 


Após a abordagem foi constatado que a placa traseira do veículo original era EJV 6856 e foi adulterada para BUV 8858 e o motorista confessou que tinha sido ele o autor da infração.

Em seguida compareceram no local os guardas portuários João Paulo e Marlon da Ronda do Trânsito (ROTRAN I) e o Inspetor Julio César, juntamente com o guarda portuário Everton, da Ronda Setorial I, que encaminharam o infrator ao 1º Distrito Policial, onde foram apresentados ao Delegado Dr. Otávio Augusto.

No Distrito, o motorista Wilson dos Santos confessou a prática delituosa, justificando que procedera de tal forma para evitar a lavratura de eventual infração de trânsito e também para poder trafegar em local proibido, frustrando a lavratura da multa correspondente.

Diante das evidências do crime, o infrator foi preso em flagrante por adulteração de sinal identificador de veículo automotor (art.311) consumado, espécie fé pública (art.289 a 311).

A autoridade policial requisitou o exame pericial do veículo, que foi preservado pela equipe ROCAM, no próprio local da abordagem.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES