Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

terça-feira, 8 de abril de 2014

0

PORTO DE ITAJAÍ CAPACITA SERVIDORES PARA FISCALIZAR O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS





No papel de agente fiscalizador das operações no Porto de Itajaí, conforme determina a Lei de Portos, a Autoridade Portuária capacita seus trabalhadores que atuam diretamente na operação e fiscalização de cargas.
A Superintendência do Porto de Itajaí, por meio de sua Gerência de Meio Ambiente, realiza de 07 a 11 de abril, um curso de capacitação de fiscalização no transporte de produtos perigosos. O público alvo é formado pelos servidores da Guarda Portuária, Gerência de Operações, Coordenadoria de Trânsito da Secretaria Municipal de Segurança de Itajaí (Codetran) e Defesa Civil.
O conteúdo abrange regulamentação de produtos perigosos, legislação, a exigência de documentos e certificados obrigatórios para motoristas e veículos utilizados no transporte de cargas para a atividade portuária e emergências com produtos perigosos.
“Essa capacitação é de grande importância para o Porto de Itajaí e para seus trabalhadores, porque aborda os procedimentos seguros na movimentação de cargas, a segurança do operador e também a qualidade dos serviços por nós oferecidos”, explica o diretor Executivo do porto, Heder Cassiano Moritz.
Já para a manhã de quarta-feira (09) está programada uma aula prática nos gates do Porto, com blitz educativa e de fiscalização. A ação será coordenada pela empresa Ecosorb Soluções em Proteção Ambiental e ocorrerá por meio de parceria com Codetran, Defesa Civil e órgãos ambientais (Famai e fatma).
A gerente de Meio Ambiente do Porto de Itajaí, Medelin Pitrez dos Santos, informa que esta é a primeira capacitação de um cronograma anual de que a Superintendência promoverá neste ano. As áreas a serem abordadas são relacionadas a segurança nas operações, brigada de emergência e também a realização de simulados de situações emergenciais que possam ocorrer durante a operação portuária – incêndio, explosão, vazamento de produtos químicos.

Fonte: Porto de Itajaí







Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES