Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

1

EX-POLICIAL É PRESO POR ROUBO DE CARGA NO PORTO DE SANTOS


Caminhão roubado estava com ureia (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Dois homens foram presos, na noite de terça-feira (5), na Zona Noroeste de Santos, no litoral de São Paulo, após roubarem uma carreta na região do Valongo, em Santos.
Segundo informações da polícia, o roubo aconteceu durante a tarde, no bairro do Valongo. O motorista de um caminhão foi rendido pelos criminosos e ficou em poder deles por cinco horas na Serra do Mar. Depois, ele foi solto e conseguiu pedir ajuda.
A carga saída do Porto de Santos tinha como destino a cidade de Jacareí, interior de São Paulo, onde descarregaria as 24 toneladas de ureia (produto utilizado na produção de adubo). A polícia foi acionada e avisou a empresa responsável pelo transporte, que confirmou o assalto.
O sistema de rastreamento do caminhão denunciou que o veículo estava fora da rota estipulada. Os policiais militares, com a ajuda do equipamento, localizaram parte do caminhão em São Vicente. Depois, a empresa informou que o veículo ficou parado na Rua Doutor Marcos Vendramini, no bairro Jardim Castelo, em Santos.
No momento do flagrante, a carreta estava sendo acoplada em outro caminhão. Todas as pessoas foram encaminhadas a Central de Polícia Judiciária (CPJ). Três pessoas alegaram que não sabiam que se tratava de um roubo e foram liberadas. O dono do caminhão e o outro suspeito ficaram presos pelo crime de receptação qualificada.
O motorista assaltado foi localizado momentos depois e prestou depoimento na delegacia. Ricardo dos Santos, que possuía um ferimento na cabeça, informou que os bandidos o ameaçaram de morte caso ele não cooperasse na ação. Após ser abandonado no meio da Serra do Mar, ele conseguiu pedir ajuda e voltar a Santos.

"Mandaram eu ficar quieto, mudaram a voz para eu não reconhecer a voz deles. Me mandaram ficar quieto e eu fiquei para não me matar. Eu fiquei quieto até eles me liberarem", falou o caminhoneiro Ricardo Santos.



EX-Policial envolvido
Envolvido com uma quadrilha especializada em roubos de cargas, o caminhoneiro e ex-policial civil Sergio Ribeiro, de 51 anos, foi preso em flagrante na noite de terça-feira, no Jardim Castelo.
Na companhia do também caminhoneiro Luciano dos Santos Diegues, de 39, Ribeiro foi capturado com uma carga de ureia avaliada em R$ 20 mil e uma carteira funcional de investigador da Polícia Civil falsificada.
Segundo o corregedor auxiliar da corporação, delegado Eduardo Assagra, Ribeiro foi demitido da Polícia Civil em junho do ano passado após ser acusado de extorquir comerciantes de Santos. Antes, ainda como investigador da Seccional da cidade, o acusado já havia sido detido por coação de vítimas e foi investigado por outros crimes.
A captura de Ribeiro ocorreu na Rua Marcos Vendramini por volta das 18 horas. Na ocasião, a Polícia Militar recebeu denúncia anônima sobre o furto em andamento de um caminhão.
Com o intuito de verificar o suposto crime, uma equipe da corporação foi ao endereço e encontrou Ribeiro, Diegues e outras três pessoas embaixo da carreta carregada. Eles tentavam acoplar a carga no caminhão do ex-policial.
Indagado, Ribeiro primeiro se apresentou como investigador de polícia, mas logo em seguida confessou que havia sido demitido dos quadros da corporação.
Enquanto conversavam com os suspeitos, os policiais foram informados através da empresa responsável pelo sistema de monitoramento do caminhão que aquele veículo estava fora da rota traçada e o motorista desaparecido.
Rodovia Anchieta
Questionado, Ribeiro disse desconhecer o paradeiro do motorista e que havia sido contratado para transportar a carga. Ele receberia R$ 450,00 pelo serviço.
Já Luciano, confessou a participação no roubo e afirmou que o motorista desaparecido estava envolvido no crime. Ainda de acordo com o caminhoneiro, os outros suspeitos de nada sabiam e estavam no local apenas para ajudar a engatar a carreta.
Enquanto todos eram levados para Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, a PM localizou a vítima na Via Anchieta e o conduziu à sede da DIG.
Sequestro
Lá, o motorista afirmou que havia sido rendido no Bairro do Valongo, em Santos, e feito refém por um marginal em um cativeiro improvisado na mata da rodovia. O sequestro durou cerca de cinco horas.
Na delegacia, a vítima não reconheceu nenhum suspeito como autor do roubo. No entanto, afirmou ser seu o celular que os policiais encontraram com Diegues.
Diante dos fatos, o caminhoneiro e o ex-policial foram autuados pelo delegado Marcelo Gonçalves da Silva e recolhidos à cadeia pública de Santos, anexa ao 5º DP, na Zona Noroeste e responderá pelo crime de receptação qualificada.
Os demais suspeitos foram colocados em liberdade, pois não havia nada que os incriminassem. O caminhão e a carreta roubada foram apreendidos e devolvidos aos respectivos representantes.


Fonte: Jornal a Tribuna / G1 – Edição: Portal Segurança Portuária Em Foco


Um comentário:

  1. DE POLICIAL A LADRÄO,AGORA NA PRISÄO.

    CARREIRA PROMISORA.

    Att.LUCIO.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES