Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

0

GUARDA PORTUÁRIA APOIA BOMBEIROS EM QUEDA DE AVIÃO QUE MATOU EDUARDO CAMPOS


Diversas autoridades, entre elas a Guarda Portuária, participaram da operação

O Corpo de Bombeiros solicitou o apoio da Guarda Portuária no incêndio ocasionado pela queda de uma aeronave na esquina das ruas Alexandre Herculano e Vahia de Abreu, no Bairro do Boqueirão, em Santos, litoral de São Paulo.
Compareceram ao local o Coordenador Wagner Pinheiro e os guardas portuários Márcio, Caetano, Silvio Farias, Maurício, César, Lima e Franco, e os guardas brigadistas Marco Dias, Vicente, Bastos com quatro viaturas e o caminhão Auto Bomba Tanque – ABT, da Brigada de Incêndio.
No início, todo o trabalho de emergência foi coordenado pelo Corpo de Bombeiros, sob o comando do Coronel Pereira Martins, posteriormente por se tratar de acidente aéreo, o comando passou a ser do CENIPA – Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes da Força Aérea brasileira.
As diversas autoridades presentes, Aeronáutica, Polícia Federal, Polícia Civil, Guarda Municipal, CETESB, Defesa Civil de Santos realizavam um trabalho em equipe, entre elas, o Secretário de Segurança Pública Fernando Grella Vieira.
O caminhão ABT da Guarda Portuária apoiava e abastecia os caminhões do Corpo de Bombeiros. Foi solicitada a Guarda tubos de oxigênio e espuma de combate a incêndio.

Segundo foi apurado pelo Portal Segurança Portuária Em Foco, durante a permanência no local, que se estendeu até por volta das 14h30, a Guarda Portuária participou, juntamente com as outras autoridades presentes, das reuniões para a decisão dos procedimentos que seriam tomados durante toda operação.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES