Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

terça-feira, 11 de novembro de 2014

0

GUARDA PORTUÁRIA DE VITÓRIA RECEBE NOVOS UNIFORMES



Após um procedimento licitatório que a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) está fazendo para compra de material para os agentes da Guarda Portuária, a empresa ganhadora está fornecendo parte do material para que os agentes façam as devidas provas para o fornecimento posterior e confecção de todo o material de fardamento. A agente Desirée e o agente Alex, da comissão de uniformes, estão fazendo todas as medições e posteriormente as mandarão para a fábrica.

No prazo máximo de 45 dias, todo o material chegará em kits separados para cada agente, contendo no lote 1: 4 calças, 2 camisas de manga longa, 2 camisas operacionais de manga comprida e 4 camisas básicas pretas. O kit do lote 2 terá cinto NA, coldre, apito de trânsito e capa de chuva. Haverá também o lote de calçados que os agentes usarão nos exercícios de função diária.

“Tivemos uma feliz surpresa com os uniformes. Estamos recebendo muitos elogios e ficamos muito felizes com a qualidade do material, pois a Guarda estava precisando e estamos fazendo com todo o carinho e cuidado para que os mesmos saiam da melhor forma possível. O sucesso na qualidade dos uniformes se deve à boa vontade dessa nova gestão e aos nossos colegas que fizeram um ótimo trabalho”, ressaltou a agente Desirée.
O material tem proteção contra raios ultravioleta e, por ser uma armação Rip Stop, dificulta o material a rasgar com algum impacto. O fornecimento do material ocorrerá anualmente visando o cumprimento do cronograma estabelecido pela Legislação Trabalhista.


“De acordo com os padrões do uniforme, o mesmo é considerado Equipamento de Proteção Individual. Tendo em vista o alto padrão de qualidade, isso traz uma auto-estima para a corporação”, explicou o coordenador da COSNIP, Enildo Pereira.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES