Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

7

GUARDA PORTUÁRIA DO RIO PEDE A SAÍDA DO SEU COMANDANTE


Na última segunda-feira (28), o Sindicato dos Portuários do Rio de Janeiro, realizou uma manifestação reivindicando a saída do comandante da Guarda Portuária, Alfeu de Souza Cardoso.

Abaixo republicamos na íntegra o artigo postado no site do Sindicato:
FORA CARDOSO !!!

No dia 26 de Janeiro, numa 2ª-feira, às 8:30h, em razão da insatisfação generalizada, nós do Sindicato dos Portuários, juntamente com os Guardas Portuários do Rio de Janeiro realizamos um ato público.
A escolha da data foi proposital, por estar se realizando a reunião mensal do CONSAD. Colegiado este que propôs à Direção da CDRJ abertura de sindicância dos atos do gestor da Guarda Portuária para apurar a sua responsabilidade por omissão, negligencia ou qualquer outro motivo.
Ato este realizado com seriedade e serenidade pelos presentes, que demonstravam, a todo o momento, a indignação e insatisfação da categoria, principalmente durante a chegada dos conselheiros.

Dentro do CONSAD, o Presidente do Sindicato dos Portuários do Rio de Janeiro, Sr. Sérgio Giannetto, que é membro integrante como representante dos trabalhadores, estará, mais uma vez, apresentando ao colegiado quem é o Sr. Cardoso e como se encontra a Guarda Portuária na sua gestão (como se precisasse).
A temática do evento foi “FORA CARDOSO”. Cuja gestão já se mostrou, por mais de uma vez, ser desastrada, omissa, conivente com apadrinhados. Ações correcionais amadoras que só desgastam os colegas e que não surtem o efeito desejado.

Incompetência no trato das questões essências para nossa atividade como uniforme (até hoje não temos calçados) assim como o porte de arma, tanto quanto o registro que se encontram vencidos. Isso sem contar as tais certidões exigidas pela PF de forma completamente ilegal.
Falta de transparência nos cursos ministrados pela GP, que são muito poucos, visto nossa necessidade de treinamento e somente atendem a uma minoria escolhida a dedo.
Sumiço de avaliações, onde se extrapola o prazo por mais de um ano!?!?!? Pesada estrutura administrativa, que deveria dar tranquilidade ao trabalho operacional, totalmente ineficiente causando sérios transtornos.
Constantes estouros do horário de rendição, sem que nenhuma providencia seja tomada. Péssimas condições nos postos de trabalho, onde somos obrigados a trabalhar no tempo das cavernas, comprometendo seriamente a segurança do porto organizado.
Fora que os fatos recentes demonstraram completa inabilidade desse gestor com as questões que exigem desse, atos de ação que o mesmo não soube lidar, denegrindo seriamente a imagem desta instituição.

Não existe confiança mais no seu trabalho, onde se trabalha desarmado e com medo e NADA é feito, apesar dos inúmeros alertas deste Sindicato e BO’s formulados pelos próprios guardas, o que alias virou rotina não termos o menor conhecimento do destino de nossos BO’s.
Marginais colocando arma na cabeça de colega e entrando na nossa área. Mas isso por si só, ainda não suficiente. Parece que estão esperando que aconteça alguma desgraça com algum colega para que se tome alguma providencia.
A confiança deste comando foi perdida e uma vez perdida, vemos o caos e total insegurança para execução de nossas atividades.
O que temos hoje é um Superintendente de gabinete que não chama para si nenhuma responsabilidade. Apenas “dá passagem” aos documentos que a ele chegam.
A verdade é que a imagem, a moral e a autoestima da Guarda do Rio de Janeiro estão em baixa.
Porém o castelo de cartas começou a desabar.
Só depende de nós!!!


*Esta publicação é de inteira responsabilidade do seu autor. O nosso papel é apenas manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária.

Leia também:

*Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco; a responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



7 comentários:

  1. Apenas a título de esclarecimento, é o Sindicato dos Portuários que representa a Guarda Portuária no Rio de Janeiro. Apesar de recentemente ter sido fundado um Sindicato da Guarda Portuária, este não obteve a carta sindical.

    ResponderExcluir
  2. Toda gestão comissionada tem seu prazo de validade.
    A do comandante cardoso o prazo expirado.
    Sou gp do rj e sou homem suficiente pra dizer isso,sem anonimato!

    ResponderExcluir
  3. Alias, aqui no Rio de Janeiro, inclusive desmascarado por diversas vezes, temos uma pessoa de amplo conhecimento e repudio de todos, que adora se esconder atras de FAKE!!! Mas todos nos já estamos vacinados contra ele!!! Perfil típico de covarde!!!

    ResponderExcluir
  4. Não é a toa que você é "EX" ssp. Você sabe qual foi a nossa participação na Copa do Mundo? Se informe melhor antes de falar de Olimpíada 2016!!!

    ResponderExcluir
  5. EX SSP, você deve estar com informações equivocadas em relação aos seus pares no PARÁ, uma vez que, inclusive amplamente divulgado nesse veículo, não só a gestão do Cardoso, tanto a que precedeu trouxeram bastante desconforto e inclusive amplamente comemoradas após suas saídas.
    Outra informação equivocada de sua parte é com relação ao Sindicato dos Guardas Portuários do Rio de Janeiro. Ele não existe e portanto, sem pessoa jurídica, não nos representa.

    ResponderExcluir
  6. O QUE ESCULHAMBA COM A GUARDA PORTUÁRIA SÃO ESSAS GESTÕES FRUTO DE ARRANJOS POLÍTICOS E A POLITICAGEM QUE IMPERA NO SEIO DAS CIAS DE DOCAS, ONDE MUITOS FICAM NOS CARGOS COMISSIONADOS SEM QUALQUER AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO, POIS O MAIS IMPORTANTE É ACOMODAR TODOS AQUELES QUE GARANTIRAM AS ELEIÇÕES DOS POLITICOS, QUE DEPOIS USAM DE INFLUENCIA PARA COLOCAR SEUS APADRINHADOS NAS EMPRESAS PUBLICAS, A CHAMADA COTA DE CARGOS DOS PARTIDOS NA COMPOSIÇÃO QUE SAIU VITORIOSA.
    E O QUE É PIOR, "COMPANHEIROS" DE FARDA QUANDO SE TORNAM GESTORES TAMBÉM CONTRIBUEM PARA ESSA ESCULHAMBAÇÃO, COM MEDIDAS QUE DESAGRADAM A CATEGORIA, SÓ PARA MANTEREM SEUS CARGOS, JÁ QUE SÃO AS MEDIDAS QUE AGRADAM AS DIRETORIAS DE DOCAS E O GOVERNO, SEJA DE QUE PARTIDO FOR.

    CILENO BORGES . GP PARÁ

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES