Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sábado, 9 de maio de 2015

2

GUARDA PORTUÁRIA ENTRARÁ EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO




Em assembleia da categoria, realizada no dia 04/05, às 16h30, a Guarda Portuária decidiu pela paralisação de suas atividades, por tempo indeterminado, a partir das 7 horas do dia 12/05, próxima terça-feira. A deliberação ocorreu por unanimidade e ficou nítida a insatisfação da categoria frente ao descaso e arrogância da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), que sequer respondeu correspondência cobrando explicações pelo não cumprimento de cláusula do Acordo Coletivo de Trabalho sobre a participação no resultado da empresa (PLR).
A deterioração das relações com a empresa vem progredindo desde 2013, quando denunciamos as precárias e desumanas condições de trabalho impostas à Guarda Portuária, que trabalha em meio à infestação de baratas e ratos, com banheiros imundos e sanitários quebrados, em muitos locais desprovidos até de condicionadores de ar, indispensáveis quando lembramos que as estruturas de apoio foram confeccionadas em material metálico, que potencializam e condicionam o calor de forma insuportável dentro daqueles ambientes. Não dá!
O que dizer então de uma companhia que não consegue fazer uma licitação para adequação de item constante de Acordo Coletivo de Trabalho celebrado desde junho 2014, relativo ao vale-cultura? Pois é. Até agora estamos sem usufruir deste benefício.
Importante ressaltar que o Sindguapor esgotou todas as possibilidades de diálogo, procurando insistentemente os gestores da companhia ao longo de todo este tempo, a fim de que houvesse solução negociada e eficaz aos casos. Sem sucesso.
Desta forma, só nos restou o direito de greve para sensibilizar a empresa a cumprir com seus compromissos assumidos, que tem dia e hora marcada para começar: 12 de maio, mas não cessará até que as nossas justas reivindicações sejam atendidas, não sendo aceitas promessas de solução, como no passado, uma vez que a greve é o nosso último recurso.
Não dá mais!
Dia: 12 de maio (terça-feira)
Horário: a partir das 7 horas, por tempo indeterminado.
Palavra e compromisso parecem não fazer parte do caráter de alguns dirigentes.


Fonte: SINDGUAPOR .

*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.





2 comentários:

  1. SÓ NOS RESTA LUTAR, SEMPRE.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  2. AGORA É GREVE NELES !!!!!!!!!!!!!

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES