Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

segunda-feira, 1 de junho de 2015

0

PRESIDENTE DA CODESA PODE SER RESPONSABILIZADO POR MANTER A TERCEIRIZAÇÃO DA GUARDA PORTUÁRIA


Clóvis Lascosque - Presidente da Codesa

O Sindicato da Guarda Portuária no Estado do Espírito Santo (Sindguapor-ES), em sua manifestação sobre a execução provisória da multa referente ao não cumprimento por parte da Companhia Docas do Estado do Espírito Santo (Codesa) de  se abster de transferir a terceiros a sua obrigação de organizar e administrar a Guarda Portuária, devendo promover a substituição do pessoal contratado de forma terceirizada por funcionários pertencentes a seus quadros, no prazo de seis meses, que se esgotou em dezembro/2012, entende que a responsabilidade pelo não cumprimento da ordem é da pessoa física do presidente, que deveria empreender mobilização séria e eficaz para atender a determinação da justiça.
Destaca o Sindiguapor na sua manifestação que a exorbitância propalada, infelizmente limitada à R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), não é da multa arbitrada, mas do resultado do descumprimento da ordem judicial representada pelo mandado expedido.
Leia também:


Ao requerer que o presidente da Codesa seja responsabilizado, o Sindguapor alega que nem mesmo a multa arbitrada em desfavor da companhia foi o suficiente para compelir o mesmo ao cumprimento da ordem de substituição de pessoal terceirizado por concursados, por isso, medidas de maior coerção, agora, contra a pessoa do presidente devem ser tomadas para dar efeito à ordem.

Segundo o Sindguapor ficou evidenciado, portanto, ATO ATENTATÓRIO À DIGNIDADE DA JUSTIÇA, pelo gestor da Codesa e representante legal, o Presidente em exercício, Sr. Clóvis Lascosque, que insiste em descumprir a ordem da justiça, devendo ser expedida contra si ordem de cumprimento, arbitrando-se multa em caso de descumprimento a sua pessoa.

·       * Clique aqui e veja a manifestação do Sindicato.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES