Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

0

PL CRIANDO O ESTATUTO DA GUARDA PORTUÁRIA É APRESENTADO NA CÂMARA




O Deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) apresentou ontem na Câmara dos Deputados Projeto de Lei n. 3972/2015 , que institui normas gerais para as Guardas Portuárias que atuam nas áreas dos portos organizados federais, ou mesmo que sob concessão estadual ou municipal.
A finalidade do projeto de lei apresentado é evitar a potencial perda da efetividade na atuação das Guardas Portuárias, bem como estabelecer uma unificação e padronização de segurança pública portuária em todos os portos brasileiros, além de sintetizar a legislação em vigor, revogando as Portarias nº 121, de 2009 e 350, de 2015, da Secretaria Especial de Portos.
Agora o PL deverá passar por várias comissões da casa, antes de ser levado à votação no plenário.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES