Postagem em destaque

LADRÃO DETIDO É ENCAMINHADO PELA GUARDA PORTUÁRIA AO DISTRITO

O filho da vítima, também caminhoneiro, com a ajuda de outros colegas, conseguiu deter o suspeito antes da chegada da Guarda Portuária...

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

1

PORTUÁRIOS DO PARANÁ ENTRAM EM ESTADO DE GREVE




Assembleia teve a participação de representantes da Intersindical e da FNP.
Sindicato está agindo junto ao MPF, ANTAQ, SEP, Justiça do Trabalho.

Em assembleia realizada na noite de segunda-feira (18), os portuários do Estado do Paraná aprovaram o Estado de Greve. Entre os vários motivos apontados que levaram a categoria a essa decisão, o principal é a TERCEIRIZAÇÃO DAS FUNÇÕES DA GUARDA PORTUÁRIA.
Com a participação de Eduardo Guterra, Presidente da Federação Nacional dos Portuários, de Jorcy de Oliveira, representante de assuntos da Guarda Portuária junto a F.N.P. e também de representantes da Intersindical, a decisão de Estado de Greve se fortalece, podendo haver uma paralisação a nível nacional nos portos.
Representantes do sindicato, da Intersindical e da FNP, participaram da assembleia
"A Guarda Portuária é uma atividade-fim do porto, não podendo ser terceirizada. Seu quadro só pode ser preenchido através de concurso público, conforme Parecer 290 /2006, que inclusive passou a ter caráter normativo após despacho do então do Ministro dos Transportes, Paulo Sergio Pessoa, assim como o PL 4330 , que proibiu as terceirizações das atividades fim, inclusive com um destaque aprovado referente à Guarda Portuária, proibindo as Administrações Portuárias de sua terceirização." destacou Jorcy.
Guterra afirmou que a FNP estará articulando diretamente em Brasília em defesa da garantia dos serviços da Guarda Portuária, citando que a hora agora é de união. O Presidente do Sintraport, Gerson Bajé, disse que o sindicato não está inerte a situação, agindo junto ao MPF, ANTAQ, SEP, Justiça do Trabalho e outros órgãos competentes. Mas que estas decisões demandam tempo.
Mediante a situação exposta, foi aprovada por unanimidade o Estado de Greve.
"JUNTOS SOMOS MUITO MAIS FORTES".

Fonte: Fanpage da Guarda Portuária do Paraná (texto revisado).



*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
COMENTÁRIOS
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



Um comentário:

  1. BEM QUE O SINDICATO AQUI DO PARÁ DEVERIA APROVEITAR PARA PARTICIPAR DESSA PARALISAÇÃO, JÁ QUE A ATRACAÇÃO, ATIVIDADE FIM, TAMBEM AQUI SE ENCONTRA TERCEIRIZADA.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES