Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 6 de setembro de 2016

0

EMAP/MA DEVE ESCOLHER BANCA PARA CONCURSO EM BREVE




O concurso da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) trará oportunidades imediatas e de cadastro reserva para o cargo de guarda portuário, com exigência de nível médio

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) deve selecionar, em breve, a banca do seu próximo concurso público com 64 vagas. No momento, o órgão está em fase de licitação para a escolha da instituição organizadora.
Todas as oportunidades do edital se destinarão o cargo de guarda portuária, que exige nível médio completo e apresenta remuneração inicial de R$ 1.582,88. Das chances, 30 serão de caráter imediato e 34 para formação de cadastro reserva.
De acordo com a assessoria de imprensa da Emap, a seleção para guarda será publicada ainda este ano, mas que para 2017 há a previsão de que seja realizado outro certame para diversos cargos.
O anúncio do concurso Emap foi feito no dia 29 de janeiro, quando, em um encontro para falar sobre investimentos para o Porto do Itaqui, o presidente da instituição, Ted Lago, disse que a empresa estava em fase de estruturação do plano de cargos e salários com o objetivo de realizar novo processo seletivo.
“Estamos concluindo o levantamento e revisão do quadro de funcionários para que possamos realizar o concurso e avançar na modernização Portuária”, explicou o presidente.
Último concurso da Emap
A instituição promoveu, em 2012, seleção com 75 vagas, sendo 36 efetivas e 39 para cadastro reserva (CR) de pessoal. As chances foram para a capital, São Luís.
Para o nível médio havia chances nas colocações de guarda portuário (5+5 CR); técnico administrativo portuário (14+14 CR); e técnico operacional portuário nas áreas de enfermagem do trabalho (1+2 CR), meio ambiente (5+5 CR) e segurança do trabalho (7+7 CR).
Candidatos com ensino superior puderam se inscrever para as carreiras de analista portuário nas especialidades de biblioteconomia (1+2CR) e administração de empresas (1+2CR); e especialista portuário na especialidade de engenharia civil (2+2CR).
Organizado pela Fundação Sousândrade, o processo seletivo constou de prova objetiva com questões de múltipla escolha para todos os participantes, além de exame discursivo e teste de aptidão física para alguns postos.


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES