Postagem em destaque

MUDANÇAS NA GUARDA PORTUÁRIA DE SANTOS

Todas as ordens de serviço que foram emitidas pelo anterior superintendente da GPort serão revistas e reeditadas pela diretoria gestor...

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

0

HOMEM É PRESO EM GUARUJÁ POR TRÁFICO INTERNACIONAL




Thiago Luiz da Silva, de 28 anos, foi capturado no apartamento onde ele mora com a mulher

Após três meses de investigações, policiais civis de Guarujá prenderam na quinta-feira (5), em um condomínio de alto padrão a uma quadra da Praia das Astúrias, um homem acusado de ser um dos responsáveis por uma carga de 264 quilos de cocaína apreendida em 2015. A droga seria despachada para o exterior pelo Porto de Santos.
Chefiados pelos delegados Marco Antônio do Couto Perez e Maurício Barbosa Júnior, respectivamente, titulares da Delegacia e do 2º DP de Guarujá, os investigadores capturaram Thiago Luiz da Silva, o TH, de 28 anos, no apartamento onde ele mora com a mulher, na Avenida General Rondon, 400.
TH (Foto: Reprodução VTV)

A pedido da Polícia Civil, o juízo da 3ª Vara Criminal de Guarujá decretou a prisão temporária de 30 dias do acusado. Neste prazo, que poderá ser prorrogado por igual período, os policiais querem identificar outros envolvidos com o carregamento de cocaína e a sua logística.
As equipes dos investigadores Alessandro Cursino e Paulo Eduardo Cunha trabalharam em conjunto para identificar TH desde que os 264 quilos de cocaína foram apreendidos na caçamba de uma picape Chevrolet Montana branca, em Vicente de Carvalho, na manhã de 4 de outubro passado.
A caminhonete estava estacionada na Rua Francisco Alves, no Pae Cará, para onde policiais civis e militares se deslocaram após denúncia anônima sobre a descarga de uma grande quantidade de drogas de uma picape branca.
Com a chegada dos policiais, os homens envolvidos nesta operação fugiram, mas abandonaram a valiosa carga de cocaína, que estava dividida em 238 tijolos, acondicionados em dez bolsas. A forma de embalagem da droga e o seu elevado grau de pureza, desde o início, revelavam que se tratava de um caso de tráfico internacional.
Estes indícios foram confirmados durante as investigações, segundo o policial Paulo Cunha. Ele disse que, ao final do inquérito, deverá ser requerida a prisão preventiva de TH. Para se chegar até este acusado foi feito um “rastreamento” da Montana, que não registrava queixa de roubo nem de furto.
Oficialmente, o veículo pertence a outro homem. Ele alegou que apenas “emprestou” o seu nome para um comerciante financiar a picape, utilizá-la e arcar com o pagamento das prestações. Após a identificação desta pessoa, os policiais chegaram até TH e o vincularam à cocaína apreendida.


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES