Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

0

COCAÍNA AVALIADA EM R$ 263 MILHÕES PROCEDENTE DE SANTOS É ENCONTRADA NA ITÁLIA




Carregamento com 390 quilos da droga foi localizado durante operação no Porto de Gioia Tauro

Autoridades italianas localizaram e apreenderam 390 quilos de cocaína procedentes do Porto de Santos. A droga foi encontrada nesta sexta-feira (17) em um contêiner durante fiscalização no Porto de Gioia Tauro, na região da Calábria, na Itália. O carregamento tem valor estimado em R$ 263 milhões (80 milhões de euros).
A cocaína estava dividida em 354 tabletes coloridos armazenados em bolsas pretas escondidas em meio a uma carga com tambores com miudezas bovinas. As malas foram achadas dentro de um dos recipientes. O contêiner, segundo o Comando Provincial de Reggio Calábria, tinha como destino final Odessa, na Ucrânia.
As equipes do Comando Provincial, da Agência Aduaneira de Gioia Tauro e do Comando Distrital Antimáfia, que monitoram o narcotráfico naquele país, estimam que o carregamento ilegal seria vendido por 80 milhões de euros na Europa. As autoridades verificaram que a cocaína apresenta teor de pureza "altíssimo".
Em comunicado, o procurador Federico Cafiero de Raho, da divisão antimáfia do Tribunal de Calábria, disse que o carregamento foi localizado após análise de risco em contêineres. Cães farejadores e escâneres auxiliaram nos trabalhos. Por enquanto, ninguém foi preso e uma investigação foi aberta para identificar envolvidos.

A Polícia Federal e a Receita Federal brasileira já estão cientes da apreensão - a primeira do ano realizada por autoridades estrangeiras. Em agosto de 2016, um balanço de quatro países indicava a apreensão de mais de uma tonelada da mesma droga procedente do cais santista em um período de dois meses.
Nesta ocorrência, a suspeita inicial é que os criminosos tenham utilizado a técnica conhecida como rip-on /rip-off, quando o material ilícito é escondido em um contêiner sem o conhecimento do dono. As autoridades devem trabalhar em conjunto para determinar possíveis envolvidos no crime dos dois países.
Somente este ano, mais de 3 toneladas de cocaína já foram encontradas no Porto de Santos prontas para serem embarcadas para a Europa. A última apreensão - a maior do ano - foi feita na quarta-feira (15) quando 760 quilos da mesma droga foram encontrados em um terminal na Margem Esquerda (Guarujá) do cais.



* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES