Postagem em destaque

EM 2016, A GUARDA PORTUÁRIA TEVE AUMENTO NO REGISTRO DE OCORRÊNCIAS, EM SANTOS

Em comparação com o ano anterior, houve um acréscimo de 47.8% Em 2016, a Guarda Portuária do Porto de Santos, litoral de São Paulo, ...

sexta-feira, 14 de julho de 2017

0

CODESA APRESENTA AÇÕES DE SEGURANÇA PORTUÁRIA EM BRASÍLIA




As medidas adotadas visam a obtenção do Código Internacional para a Segurança de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code)

Em busca da melhoria da gestão operacional e administrativa, além da organização e planejamento de serviços relacionados à segurança portuária, a CODESA apresentou, na última quinta-feira (22), em Brasília, suas principais ações na área de segurança. As medidas adotadas visam a obtenção do Código Internacional para a Segurança de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code), que garante a certificação de segurança e a proteção de navios e instalações portuárias.
A reunião, coordenada pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis, aconteceu na Conportos. O objetivo é integrar as atividades desempenhadas pelas entidades e órgãos públicos nos portos e instalações das autoridades portuárias do país.
A CODESA apresentou um relatório das atividades de inteligência em logística portuária; obras de Expansão do Cais Comercial e do Cais de Atalaia, que buscam maior competitividade na economia; ações de segurança integrada, incluindo a participação ativa no Grupo de Trabalho junto à SESP (Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social) e nas ações de segurança pública durante as Olimpíadas 2016, dentre os diversos treinamentos e capacitações dispostos para os guardas portuários.
Apresentou, ainda, os investimentos feitos pelo Governo Federal através de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que possibilitou a implantação do VTMIS, sistema de auxílio eletrônico à navegação e monitoração ativa do tráfego aquaviário, e da Cadeia Logística Portuária Inteligente (CLPI), que altera a estrutura de acesso do Porto Organizado.
"Com todas as ações e projetos de infraestrutura e inteligência portuária apresentados pela CODESA à Conportos, a relação entre a Companhia e os órgãos regulamentadores se estreitam, aumentando a confiança mútua. Isso coloca o Porto de Vitória em uma situação de destaque nacional, como um dos portos públicos mais seguros e confiáveis do Brasil", destaca o chefe de serviço da COSNIP da CODESA, Nelson Dias dos Santos.
Na reunião em Brasília, o presidente da CODESA foi representado pelo coordenador de Gestão Empresarial, Francisco Milfont, acompanhado do coordenador de Segurança Portuária, Enildo Pereira Gonçalves Júnior, e pelo agente Nelson Dias dos Santos. Presentes, ainda, representantes da Conportos, Antaq, Ministério dos Transportes, Ministério das Relações Anteriores, Marinha do Brasil, Ministério da Defesa e Secretaria de Portos.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                            
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES