Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 250 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE RIO GRANDE




A droga, com valor de R$ 8 milhões, estava oculta em mercadoria com destino à Europa

Em fiscalização de rotina da Seção de Vigilância e Controle Aduaneiro (Savig) da Alfândega do Porto de Rio Grande, foram apreendidos, na manhã de 1º de agosto, 250 kg de cocaína. A droga, avaliada em R$ 8 milhões, estava em mercadoria a ser exportada, tendo como destino a Espanha.
Após a seleção do contêiner para análise de risco, a equipe da Savig da Receita Federal encaminhou todo o conteúdo do modal para verificação em um scanner do Terminal de Contêiners do porto. Neste momento, foram identificados objetos estranhos à carga habitual que deveriam ser pallets - embalagens reutilizáveis - que retornavam ao país de origem.
O material estava armazenado em pacotes lacrados de 1 kg, envoltos em papel carbono e manta laminada. A tentativa de disfarce, porém, modificou o formato dos tabletes de droga, levantando suspeitas entre os auditores.

Para confirmação do conteúdo ilícito, foi pedida a presença da Polícia Federal e solicitado que efetuasse os testes preliminares no local da apreensão. A mercadoria foi entregue à autoridade policial para investigações e abertura de processo criminal.
A empresa responsável pela carga não foi identificada. A polícia diz ter certeza de que não há envolvimento na tentativa de tráfico. Segundo o inspetor-chefe do Porto de Rio Grande, Carlos Frederico Schwochow de Miranda, trata-se de uma exportadora de confiança. "Esta é uma prática recente dos criminosos, a de injetar drogas em cargas de empresas confiáveis", explica.
O inspetor-geral explica ainda que havia, em outra sacola, pedaços de madeira, possivelmente utilizados para desviar a atenção da fiscalização. "Essa foi uma peculiariedade dessa operação", afirmou o inspetor.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES