Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA DE VITÓRIA TERÁ NOVOS UNIFORMES E EQUIPAMENTOS

O fardamento feminino e masculino segue orientações das normas do Ministério do Trabalho Já estão em fase final de licitação o nov...

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

0

SEGURANÇA É EXEMPLAR NO PORTO DE VITÓRIA




A afirmação é da Codesa, empresa que administra os portos de Vitória e de Vila Velha

Os terminais públicos do Porto de Vitória têm sido exemplos para o sistema portuário nacional. Contando com mais de 130 agentes da Guarda Portuária (GP), atuando no Cais Comercial de Vitória e terminais de Capuaba, Atalaia e Paul Gusa, em Vila Velha, o exercício da atividade de segurança tem sido realizado com o rigor necessário e de acordo todas as normas técnicas e legais exigidas. Tudo isso porque a CODESA – Autoridade Portuária investe na capacitação de pessoal e aquisição de material necessário a atuação da guarda, e modernização das instalações portuárias com tecnologia de ponta.
A formação da Guarda Portuária da CODESA contou com o treinamento/curso de formação ministrado pela Polícia Militar do ES, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Receita Federal, Grupo Especial de Segurança da Justiça Federal, além da Marinha do Brasil. Periodicamente são realizados cursos de capacitação com profissionais de referência no país, como o ex-capitão dos Portos do Espírito Santo, Roberto Ferreira da Silva e o coordenador-geral de Defesa, da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República e especialista em combate ao terrorismo, Marcus Vinicius Reis. Este último ministrou um curso para a GP há menos de um mês, cujo evento foi promovido pelo Sindicato da Guarda Portuária, com total apoio da Autoridade Portuária.
Segundo o coordenador de Segurança Portuária (COSNIP), Enildo Pereira Gonçalves Júnior, "todas essas ações colaboram para a total segurança da movimentação de cargas e pessoas nos terminais públicos. Há um rigoroso controle de acesso e circulação de trabalhadores e mercadorias no complexo portuário. Há mais de 10 anos não há nenhuma ocorrência de tráfico de armas, drogas e pessoas na área pública. As últimas apreensões foram em áreas arrendadas: uma ação da Polícia Federal, que desencadeada no Rio de Janeiro, que a PF veio acompanhando. Com apoio da Alfândega, realizou a apreensão a bordo, em navio atracado. Outra foi a apreensão de um contêiner armazenado, e ambas, a ação foram em terminais privados", diz.
Tecnologia
A tecnologia também não ficou de fora. A CODESA vem investindo na modernização da gestão e operação portuária, tendo inaugurado este ano o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS), e está implantando o novo sistema de identificação e monitoramento, efetuado pela Cadeia Logística Portuária Inteligente (PortoLog). O VTMIS do Porto de Vitória colocou a CODESA como pioneira no país. Além do controle do tráfego marítimo, os equipamentos, dotados de radares e câmeras de longo alcance, com infravermelho, monitoram toda movimentação ao redor dos navios, inclusive os que ficam fundeados em alto mar, à espera da atracação. Se houver qualquer movimento anormal próximo da embarcação, como uma lancha, por exemplo, os operadores do VTMIS detectam e acionam a Polícia Federal, Alfândega e Capitania dos Portos.
Segundo Enildo, "a Autoridade Portuária consegue detectar de maneira clara e em tempo real as não conformidades que venham ocorrer na área de fundeio, canal de acesso, área de manobra e bacia de evolução da área portuária". E acrescenta que a construção das duas novas portarias – em Vitória e Capuaba – totalmente automatizadas, contribuirá para aumentar a segurança portuária. "As portarias, que fazem parte do projeto Portolog, contarão com vários gates de acesso, totalmente equipados com aparelhamentos de identificação, controle e pesagem, rádio frequência (RFID), identidade biométrica, Circuito Fechado de Televisão (CFTV), Reconhecimento Ótico de Placas (OCR) de contêiner e veículos, além de TAGS", explica.
A Guarda Portuária trabalha 24h por dia, todos os dias da semana, de forma ostensiva nos terminais privados. Monitora as portarias de acesso, patrulha a retro área e confere toda a movimentação na área do porto organizado. "Podemos afirmar que nos terminais que fazem parte do Porto Organizado de Vitória, há um controle rígido de combate aos ilícitos que possam ocorrer na área portuária, de maneira preventiva e ostensiva", afirma o coordenador Enildo.
Parcerias
Há quatro anos a Guarda Portuária desenvolve atividades de integração com demais órgãos de segurança, conforme diretrizes do Código Internacional Para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code) e do Plano Nacional de Segurança Pública Portuária, existe um Grupo de Trabalho Master, Jurídico e Operacional. No estado, participa de um Grupo de Trabalho que conta com representantes da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Agência Nacional de Transporte Aquaviário (ANTAQ), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP).
O próprio Governo do estado reconhece a importância do trabalho da Guarda Portuária para a política de segurança pública e recentemente baixou uma portaria integrando a Autoridade Portuária, juntamente com a Infraero e Receita Federal, no Grupo de Trabalho de Repressão e Combate ao roubo de carga. Na última reunião desse grupo operacional foi abordada a necessidade de reforço na segurança dos portos da região Sul, bem como no Porto de Santos e do Rio de Janeiro, já que havia uma tendência dos crimes de tráfico de drogas e tráfico de armas migrarem para os terminais portuários do Espírito Santo.
Integração nacional
A CODESA, através da Guarda Portuária, também integra o Colegiado Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CESPORTOS), que tem por objetivo fiscalizar, auditar, orientar todos os terminais portuários do Espírito Santo, visando a manutenção do padrão mínimo de segurança exigido pelo Código ISPS. "Mantemos a equipe treinada, atualizada e pronta para agir. Cumprimos tudo que a legislação determina. Atualizamos nossos conhecimentos e contribuímos com os parceiros no combate e repressão ao tráfico e contrabando. A GP é mais uma unidade para somar. Não podemos garantir 100% de segurança, mas trabalhamos para melhorar sempre e os resultados demonstram isso", explica o coordenador.
Por ser um porto de referência no estado e região, por sua importância e localização, todas as divulgações públicas sempre citam, genericamente e de forma errônea, o Porto de Vitória, especialmente em situações negativas. Da mesma forma acontece com Capuaba, que equivocadamente é tratado como porto, mas tanto o Cais Comercial de Vitória e o Cais de Capuaba são terminais portuários que fazem parte do complexo do Porto.
No ES existem vários empreendimentos portuários, entre públicos, arrendados e privados. O Porto de Vitória e o Porto de Barra do Riacho estão sob a Autoridade Portuária da CODESA, mas contam com terminais arrendados e privados, cujas competências de gestão cabem aos respectivos responsáveis, conforme contratos assinados. Vale lembrar que o complexo portuário capixaba ainda conta com o Terminal Norte Capixaba, Porto de Regência, Porto de Praia Mole, Porto de Tubarão e Porto de Ubú, este ainda com atividades paralisadas.

* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          


                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES