Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

0

DIRETOR DA POLÍCIA FEDERAL RECEBE REPRESENTANTES DA GUARDA PORTUÁRIA





Segóvia recebeu um histórico sobre a Guarda Portuária e um trabalho técnico sobre a concessão do porte de arma funcional e pessoal

Na última quarta-feira (07), o Diretor Geral do Departamento de Polícia Federal (DPF), Fernando Segóvia, recebeu em Brasília-DF, o presidente da Associação Nacional da Guarda Portuária do Brasil (ANGPB), Vilmar Soares dos Santos.
No encontro, o Diretor Geral recebeu um histórico sobre a Guarda Portuária e um trabalho técnico, desenvolvido pelo Rondante Levi Nogueira da Silva, do Porto de Itaguaí, sobre o problema que a categoria enfrenta na concessão do porte de arma funcional em alguns estados e do porte pessoal em todo o território nacional, onde foi apresentada como sugestão, a edição de uma portaria semelhante a que regulamenta o porte dos agentes penitenciários.


O Presidente da ANGPB, Vilmar Soares, falou a Segovia sobre a necessidade do porte de arma pessoal
Segóvia achou justo e pertinente o pleito, dizendo ainda que o momento era propício, pois o DPF estava reformulando a Instrução Normativa 023, que trata dos portes de armas em geral e tem um tópico sobre a Guarda Portuária.
Ações conjuntas
O presidente da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS), Delegado de Polícia Federal, Luiz Carlos de Carvalho Cruz, que também participou da reunião, disse ter muitos planos para a Guarda Portuária, segundo ele uma corporação importante e subutilizada, entre elas, pretende ativar um trabalho em conjunto DPF/Gport nas ações policiais, dentro e fora da água.
Carteira funcional
Cruz propôs ao diretor da DPF criar um cadastro único nacional de todos integrantes da Guarda Portuária, e buscar junto o Ministério dos Transportes, a instituição de uma carteira funcional única, onde o porte estaria expressamente descrito na mesma.
PEC 59
O Diretor da Polícia Federal também recebeu das mãos dos representantes da Guarda Portuária uma cópia do Projeto de Emenda Complementar nº 59 (PEC 59), que propõem a criação da Guarda Portuária Federal (GPF).
Demonstrando interesse no tema, Segóvia disse que não via nenhum problema na criação da GPF, e que também não seria problema como Polícia Portuária Federal (PPF). Uma cópia desse projeto também foi encaminhada ao Ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim.
Participaram também da reunião o Vice Presidente da ANGPB, Marco Jamil e o Presidente da Associação dos Guardas Portuários do Estado do Rio de Janeiro- AGPERJ, Dejacy da Conceição.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES