Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 17 de abril de 2018

0

GUARDA PORTUÁRIA É REPRESENTADA NA LAAD 2018




A Guarda Portuária se fez presente, sendo representada pelos superintendentes da Guarda Portuária de Santos e do Rio de Janeiro

Na semana passada, de terça (10) até a quinta-feira (12), a cidade de São Paulo recebeu LAAD Security – Feira Internacional de Segurança Pública e Corporativa. Realizada no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP), essa feira reuniu empresas nacionais e internacionais que fornecem equipamentos, serviços e tecnologias para segurança pública, forças policiais, forças especiais, forças armadas e gestão de segurança de grandes corporações, concessionárias de serviços e infraestrutura crítica do Brasil e da América Latina.
Em sua quarta edição a LAAD 2018 reuniu cerca de 100 marcas expositoras e recebeu mais de 9 mil profissionais do setor, apresentou soluções em autenticação, controle de acesso e vigilância; emergência, salvamento e resgate; equipamentos pessoais e táticos; cyber security; ópticos e optrônicos; munição e armamento; perícia criminal e forense; transmissão e comunicação; veículos e helicópteros; e etc.
O evento, que tem o objetivo de incentivar a integração de conhecimento e inteligência, contou com a presença dos vários segmentos da segurança no país, e como não podia deixar de ser, a Guarda Portuária também se fez presente, sendo representada pelos superintendentes da Guarda Portuária de Santos e do Rio de Janeiro.
Eles tiveram a oportunidade de conhecer as novidades no mercado de segurança pública e privada. Dentre os estandes repletos de armas de fogo, coletes balísticos e veículos adaptados para uso policial, eles também tiveram a oportunidade de participar do seminário que aconteceu paralelamente a feira, com a presença de ilustres palestrantes.

A abertura da “LAAD Security” contou com a presença do Ministro da Defesa (interino) General Joaquim Silva e Luna, o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Ademir Sobrinho.
O General Luna apresentou as atribuições das Forças Armadas na segurança do Brasil pelos rios, territórios terrestres e aéreos e afirmou que “ações de operações das três Forças estão presentes em nosso País”.  O Ministro apontou também a importância do trabalho do Ministério da Defesa em equacionar aspectos tributários que incidem sobre os equipamentos de segurança.
A mesa de abertura foi composta pelo Secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho; pelo Diretor geral da Clarion Events Brasil, organizador da LAAD Security, Sergio Jardim, e demais autoridades civis.
Também participaram do evento os Comandantes de Área: Comandante Militar do Sudeste, General de Exército João Camilo Pires de Campos; Comandante Geral de Apoio, Tenente-Brigadeiro do Ar Paulo João Cury e o Comandante do 8º Distrito Naval, Vice-Almirante Antonio Carlos Soares Guerreiro.
Palestras
O VII Seminário de Segurança Pública, realizado paralelo a feira contou com a participação de vários palestrantes, entre eles destacamos a participação do Ex-secretário de segurança do Rio, José Mariano Beltrame,  que em sua palestra defendeu o legado das UPPs no Rio de Janeiro, responsável pela implantação do projeto, o ex-secretário disse que a iniciativa foi um sucesso pois restabeleceu a esperança às pessoas que vivem em áreas conflagradas.
Sobre a intervenção federal, Beltrame afirmou que, enquanto existirem territórios dominados pelo crime, não haverá solução. “De um lado está o estado democrático de direito e de outro um estado que é dominado por um déspota (ligado ao tráfico ou à milícias) que manda paralelamente. É necessário um direcionamento estratégico que transforme a cidade repartida em uma, com justiça e segurança”, concluiu.
O Ex-secretário nacional de Segurança do governo do presidente Lula, Ricardo Balestreri, elogiou a criação do Ministério da Segurança Pública, pois segundo ele, atende um antigo anseio dos especialistas e agentes do segmento.
Balestreri, que hoje ocupa a secretaria-chefe do Gabinete de Assuntos Estratégicos do Governo de Goiás, falou sobre o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), implantado durante a sua gestão. “Entre 2008 e 2010, quando o programa estava em vigor, houve um decréscimo na criminalidade em todo o país. A memória curta das pessoas talvez impeça que se enxergue os avanços. Não se pode achar que que estamos começando do zero”, afirmou.
A Diretora-Geral da PRF, Maria Alice Nascimento Souza, com o tema “Desafios e resultados das políticas de segurança no trânsito”, enfatizou a necessidade de que a violência no trânsito deva ser tratada como questão de segurança pública. Em um cenário onde os acidentes de trânsito geram, anualmente, bilhões de reais em custo social, Maria Alice salientou a indispensabilidade da adoção da gestão estratégica de informações, do fomento de ações que promovam uma mudança comportamental e da articulação entre os órgãos e entidades responsáveis pelo tema, em busca de um trânsito mais seguro.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES