Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA DE VITÓRIA TERÁ NOVOS UNIFORMES E EQUIPAMENTOS

O fardamento feminino e masculino segue orientações das normas do Ministério do Trabalho Já estão em fase final de licitação o nov...

sexta-feira, 27 de abril de 2018

1

GUARDAS PORTUÁRIOS PARTICIPAM DO V CICLO DE ESTUDOS DE CAPACITAÇÃO NA PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO DAS AMEAÇAS ASSIMÉTRICAS E NBQRE





Este ciclo de estudos se tornou um dos mais renomados, completos e rígidos cursos do Brasil

Guardas portuários do Porto do Rio de Janeiro e de Santos participaram, de 16 a 20 de abril, do V Ciclo de Estudos de Capacitação na Prevenção e Enfrentamento das Ameaças Assimétricas e NBQRE. Contando com uma carga horária de 44 horas, ele é uma realização do Instituto Brasileiro de Direito e Criminologia - IBDC, Associação Nacional dos Delegados de Policia Federal - ADPF-Regional Rio de Janeiro, com o apoio da Academia de Polícia Civil Sylvio Terra, onde foram realizadas as aulas teóricas e a CDRJ, que forneceu o local para as aulas práticas.

Este ciclo de estudos se tornou um dos mais renomados, completos e rígidos cursos do Brasil, contando com a participação dos maiores especialistas nacionais e internacionais nas mais diversas áreas e capacitando os participantes não somente na prevenção e repressão ao terrorismo como também na defesa química, radioativa, nuclear e de explosivos.
O curso além de apresentar uma perspectiva integrada do fenômeno terrorista visa principalmente capacitar e desenvolver competências adequadas à compreensão de modo a que os alunos integrem e apliquem os conhecimentos adquiridos na avaliação dos riscos e façam uso apurado dos seus 05 sentidos.

Ele é direcionado aos membros e agentes da Policia Federal - Policia Civil - Policia Militar - Inspetores da Polícia Rodoviária Federal – Guarda Portuária - Guarda Municipal - Receita Federal - Aduana- Marinha- Exército- Aeronáutica - Abin - Corpo de Bombeiros Militar - Agentes Penitenciários - Embaixadas - Consulados - Hospitais de referência em tratamento nuclear- Ministério Público Federal - Ministério Público Estadual - Segurança privada direcionada -Especialistas em defesa química, radiológica e nuclear - setores estratégicos como aeroportos, portos, Segurança privada - Magistrados - Procuradores da República - Promotores e Procuradores de Justiça entre outros.
Ameaças Assimétricas

A expressão ameaças assimétricas visa apenas a atribuir uma roupagem nova a questões que remontam aos embates que assolaram a história da humanidade. Tais ações empregam métodos não lineares de conflito, com técnicas muitas vezes simples, com ênfase no nível estratégico, psicológico e com grande apelo ideológico.
A estruturação em redes autônomas, a atuação clandestina, a falta de complexidade, a versatilidade e a capacidade de adaptação são características inerentes às ameaças assimétricas. Os métodos irregulares são fatores que atribuem vantagens estratégicas de pequenos grupos sobre as grandes forças militares e políticas no mundo. Assim, os agentes desses organismos clandestinos buscam as vulnerabilidades e as exploram, a fim de maximizar os efeitos de suas ações e atingir o seu objetivo, seja ele político, econômico, cultural ou religioso.

Num cenário mundial extremante conectado, podemos verificar as principais formas de exteriorização das ameaças assimétricas, sendo elas o terrorismo e as organizações criminosas transnacionais que empregam métodos não lineares de conflito, com técnicas muitas vezes simples, com ênfase no nível estratégico, psicológico e com grande apelo ideológico.
Os perigos e nuances para este fenômeno eminente que já se tornou uma realidade há alguns anos em vários países já colocou em alerta diversas forças militares e policiais de vários países. No Brasil não seria diferente, principalmente quando se possui uma fronteira extensa, pouco vigiada, agravada pela falta de seriedade e de investimentos contínuos que se tornou numa porta de entrada e saída para vários grupos criminosos extremamente perigosos.
Este importante ciclo de estudos que chega a sua 5ªedição tendo atingido 12 Estados e 04 países, em pouco tempo já é considerado um dos cursos mais completos e rígidos do país. Contando com os maiores especialistas nacionais e internacionais nas mais diversas áreas, apresentando e capacitando os participantes não somente na prevenção e repressão as ameaças assimétricas como também na defesa química, radioativa, nuclear e de explosivos.

Depois de capacitados os alunos passam a integrar o Grupo de Resposta Imediata (GRI), formado pelos ex-alunos dos quatro ciclos anteriores, além de ser um dos raros cursos que após o candidato for aprovado, propicia o acesso a uma rede de informações estratégicas internacionais e nacionais.
Palestrantes

Apresentação do Comandante do 1º Btl DQBRN  “DQBRN com Foco na Segurança Interna e das Instalações”.

Etienne Singleton (Diretor de Segurança Diplomática do Consulado Geral dos Estados Unidos da América no Rio de Janeiro);Tenente Coronel Alexandre Marcos Carvalho de Vasconcelos (Comandante do 1º Btl DQBRN do Exército);Capitão de Mar e Guerra Sérgio Roberto Fernandes (Oficial Médico da Marinha Especialista em Medicina Nuclear- Hospital Naval Marcílio Dias);Wanderley de Abreu Filho (Engenheiro Mecatrônico); Erick Blatt (Coordenador do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Policia Federal-RJ, Delegado de Policia Federal); Victor Hugo Poubel (Delegado de Polícia Federal); Alexandre Abrahão (Juiz de Direito-RJ); Eduardo Paes Fernandes (Promotor de Justiça);Cléber Serpa Ferreira (Sargento do Exército dos Estados Unidos- Infantaria); Wagner Schoen Marins (Chefe do Núcleo Antibombas da Polícia Federal-RJ);Luiz Carlos Alberto Rodrigues dos Santos (Engenheiro Nuclear - Divisão de Atendimento a Emergências Radiológicas e Nucleares - IRD); Geraldo Augusto Mendonça (Segurança AVEC- Infraero);Mônica Azzariti (Fonoaudióloga, Doutoranda em Negociação de Reféns pela UERJ); Daniele Amar Butnner (Psicóloga Clinica); Rodolfo E. Caribé de Pinho (Segurança AVEC- Infraero); Renato de Almeida Pereira (Especialista em Armamento Leve); André Luiz Franco Pereira (Oficial de Cartório da Polícia Civil-RJ); Fábio dos Santos (Engenheiro de Computação e Sistemas, ADESG); Humberto Paim (Perito, Diretor da ADESG-SP);
Alguns Tópicos Abordados


Terrorismo: Os principais grupos terroristas, métodos de infiltração fatores de risco para os atentados - Estado Islâmico: Poder, Atuação e células terroristas - Contraterrorismo- Perfil do terrorista: Atuação e estratégia dos países no combate ao terrorismo – A afiliação de estrangeiros em organizações terroristas- Terrorismo e Direito Internacional- Sabotagem aérea, ataques às pessoas internacionalmente protegidas e tomadas de reféns- Inserção de agentes patogênicos perigosos em produtos: Detecção, monitoramento e descontaminação- Reconhecimento de agentes de bioterrorismo da categoria C- Financiamento do terrorismo- Lavagem de dinheiro- Principais sinais de detecção e a mudança chave nos padrões - A economia das redes de terror- Convenções antiterror e as falhas diplomáticas - Lei Antiterrorismo brasileira - Direito de intervenção e terrorismo-Terrorismo e narcotráfico: Relação, integração e modus operandi - Cyber terrorismo: Vulnerabilidades, ameaças hipotéticas e reais, infiltração e defesas - Tipos de ataques cibernéticos – Inteligência e contra-inteligência – A tecnologia no monitoramento e rastreamento das organizações terroristas-Defesa radiológica, química e de explosivos – Contaminação e vitimização - Descontaminação- Armas químicas e biológicas-Ações e cuidados contra ações de bioterrorismo- A geografia do terror- Brasil x terrorismo: As células já estão entre nós?- Segurança de portos, aeroportos e o uso da tecnologia no monitoramento e vigilância – A prisão e monitoramento de terroristas no sistema penitenciário: Como vencer esse grande desafio.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Um comentário:

  1. Parabéns aos alunos que tanto tem orgulhado nosso corpo docente. Como professor tenho a agradecer a todos, pois todos somos agora GRI.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES