Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sexta-feira, 27 de abril de 2018

1

GUARDAS PORTUÁRIOS PARTICIPAM DO V CICLO DE ESTUDOS DE CAPACITAÇÃO NA PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO DAS AMEAÇAS ASSIMÉTRICAS E NBQRE





Este ciclo de estudos se tornou um dos mais renomados, completos e rígidos cursos do Brasil

Guardas portuários do Porto do Rio de Janeiro e de Santos participaram, de 16 a 20 de abril, do V Ciclo de Estudos de Capacitação na Prevenção e Enfrentamento das Ameaças Assimétricas e NBQRE. Contando com uma carga horária de 44 horas, ele é uma realização do Instituto Brasileiro de Direito e Criminologia - IBDC, Associação Nacional dos Delegados de Policia Federal - ADPF-Regional Rio de Janeiro, com o apoio da Academia de Polícia Civil Sylvio Terra, onde foram realizadas as aulas teóricas e a CDRJ, que forneceu o local para as aulas práticas.

Este ciclo de estudos se tornou um dos mais renomados, completos e rígidos cursos do Brasil, contando com a participação dos maiores especialistas nacionais e internacionais nas mais diversas áreas e capacitando os participantes não somente na prevenção e repressão ao terrorismo como também na defesa química, radioativa, nuclear e de explosivos.
O curso além de apresentar uma perspectiva integrada do fenômeno terrorista visa principalmente capacitar e desenvolver competências adequadas à compreensão de modo a que os alunos integrem e apliquem os conhecimentos adquiridos na avaliação dos riscos e façam uso apurado dos seus 05 sentidos.

Ele é direcionado aos membros e agentes da Policia Federal - Policia Civil - Policia Militar - Inspetores da Polícia Rodoviária Federal – Guarda Portuária - Guarda Municipal - Receita Federal - Aduana- Marinha- Exército- Aeronáutica - Abin - Corpo de Bombeiros Militar - Agentes Penitenciários - Embaixadas - Consulados - Hospitais de referência em tratamento nuclear- Ministério Público Federal - Ministério Público Estadual - Segurança privada direcionada -Especialistas em defesa química, radiológica e nuclear - setores estratégicos como aeroportos, portos, Segurança privada - Magistrados - Procuradores da República - Promotores e Procuradores de Justiça entre outros.
Ameaças Assimétricas

A expressão ameaças assimétricas visa apenas a atribuir uma roupagem nova a questões que remontam aos embates que assolaram a história da humanidade. Tais ações empregam métodos não lineares de conflito, com técnicas muitas vezes simples, com ênfase no nível estratégico, psicológico e com grande apelo ideológico.
A estruturação em redes autônomas, a atuação clandestina, a falta de complexidade, a versatilidade e a capacidade de adaptação são características inerentes às ameaças assimétricas. Os métodos irregulares são fatores que atribuem vantagens estratégicas de pequenos grupos sobre as grandes forças militares e políticas no mundo. Assim, os agentes desses organismos clandestinos buscam as vulnerabilidades e as exploram, a fim de maximizar os efeitos de suas ações e atingir o seu objetivo, seja ele político, econômico, cultural ou religioso.

Num cenário mundial extremante conectado, podemos verificar as principais formas de exteriorização das ameaças assimétricas, sendo elas o terrorismo e as organizações criminosas transnacionais que empregam métodos não lineares de conflito, com técnicas muitas vezes simples, com ênfase no nível estratégico, psicológico e com grande apelo ideológico.
Os perigos e nuances para este fenômeno eminente que já se tornou uma realidade há alguns anos em vários países já colocou em alerta diversas forças militares e policiais de vários países. No Brasil não seria diferente, principalmente quando se possui uma fronteira extensa, pouco vigiada, agravada pela falta de seriedade e de investimentos contínuos que se tornou numa porta de entrada e saída para vários grupos criminosos extremamente perigosos.
Este importante ciclo de estudos que chega a sua 5ªedição tendo atingido 12 Estados e 04 países, em pouco tempo já é considerado um dos cursos mais completos e rígidos do país. Contando com os maiores especialistas nacionais e internacionais nas mais diversas áreas, apresentando e capacitando os participantes não somente na prevenção e repressão as ameaças assimétricas como também na defesa química, radioativa, nuclear e de explosivos.

Depois de capacitados os alunos passam a integrar o Grupo de Resposta Imediata (GRI), formado pelos ex-alunos dos quatro ciclos anteriores, além de ser um dos raros cursos que após o candidato for aprovado, propicia o acesso a uma rede de informações estratégicas internacionais e nacionais.
Palestrantes

Apresentação do Comandante do 1º Btl DQBRN  “DQBRN com Foco na Segurança Interna e das Instalações”.

Etienne Singleton (Diretor de Segurança Diplomática do Consulado Geral dos Estados Unidos da América no Rio de Janeiro);Tenente Coronel Alexandre Marcos Carvalho de Vasconcelos (Comandante do 1º Btl DQBRN do Exército);Capitão de Mar e Guerra Sérgio Roberto Fernandes (Oficial Médico da Marinha Especialista em Medicina Nuclear- Hospital Naval Marcílio Dias);Wanderley de Abreu Filho (Engenheiro Mecatrônico); Erick Blatt (Coordenador do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Policia Federal-RJ, Delegado de Policia Federal); Victor Hugo Poubel (Delegado de Polícia Federal); Alexandre Abrahão (Juiz de Direito-RJ); Eduardo Paes Fernandes (Promotor de Justiça);Cléber Serpa Ferreira (Sargento do Exército dos Estados Unidos- Infantaria); Wagner Schoen Marins (Chefe do Núcleo Antibombas da Polícia Federal-RJ);Luiz Carlos Alberto Rodrigues dos Santos (Engenheiro Nuclear - Divisão de Atendimento a Emergências Radiológicas e Nucleares - IRD); Geraldo Augusto Mendonça (Segurança AVEC- Infraero);Mônica Azzariti (Fonoaudióloga, Doutoranda em Negociação de Reféns pela UERJ); Daniele Amar Butnner (Psicóloga Clinica); Rodolfo E. Caribé de Pinho (Segurança AVEC- Infraero); Renato de Almeida Pereira (Especialista em Armamento Leve); André Luiz Franco Pereira (Oficial de Cartório da Polícia Civil-RJ); Fábio dos Santos (Engenheiro de Computação e Sistemas, ADESG); Humberto Paim (Perito, Diretor da ADESG-SP);
Alguns Tópicos Abordados


Terrorismo: Os principais grupos terroristas, métodos de infiltração fatores de risco para os atentados - Estado Islâmico: Poder, Atuação e células terroristas - Contraterrorismo- Perfil do terrorista: Atuação e estratégia dos países no combate ao terrorismo – A afiliação de estrangeiros em organizações terroristas- Terrorismo e Direito Internacional- Sabotagem aérea, ataques às pessoas internacionalmente protegidas e tomadas de reféns- Inserção de agentes patogênicos perigosos em produtos: Detecção, monitoramento e descontaminação- Reconhecimento de agentes de bioterrorismo da categoria C- Financiamento do terrorismo- Lavagem de dinheiro- Principais sinais de detecção e a mudança chave nos padrões - A economia das redes de terror- Convenções antiterror e as falhas diplomáticas - Lei Antiterrorismo brasileira - Direito de intervenção e terrorismo-Terrorismo e narcotráfico: Relação, integração e modus operandi - Cyber terrorismo: Vulnerabilidades, ameaças hipotéticas e reais, infiltração e defesas - Tipos de ataques cibernéticos – Inteligência e contra-inteligência – A tecnologia no monitoramento e rastreamento das organizações terroristas-Defesa radiológica, química e de explosivos – Contaminação e vitimização - Descontaminação- Armas químicas e biológicas-Ações e cuidados contra ações de bioterrorismo- A geografia do terror- Brasil x terrorismo: As células já estão entre nós?- Segurança de portos, aeroportos e o uso da tecnologia no monitoramento e vigilância – A prisão e monitoramento de terroristas no sistema penitenciário: Como vencer esse grande desafio.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Um comentário:

  1. Parabéns aos alunos que tanto tem orgulhado nosso corpo docente. Como professor tenho a agradecer a todos, pois todos somos agora GRI.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES