Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA NOVO CURSO DE ATUALIZAÇÃO PARA SUPERVISORES

Os candidatos poderão se inscrever no período de 10/07/2018 a 24/12/2018 e realizar o curso até o dia 31 de dezembro Desde ontem (...

quarta-feira, 2 de maio de 2018

0

GUARDA PORTUÁRIA E ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA VÃO REFORÇAR OPERAÇÃO SAFRA NO PARANÁ




O objetivo é reprimir furtos de cargas denominadas “vazadas”, em que o suspeito derruba o tombador do caminhão e despeja a mercadoria na via

Na última terça-feira (25), o chefe da Guarda Portuária do Porto de Paranaguá, coronel Alfredo Badnarczuk Junior, em reunião com representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública e do Sindicato dos Caminhoneiros do Paraná, debateu ações conjuntas da segurança no entorno da área do porto, relativas a safra 2018, que está em andamento.
O objetivo é reprimir furtos de cargas denominadas “vazadas”, em que o suspeito derruba o tombador do caminhão e despeja a mercadoria na via.
O diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese, falou ao secretário estadual da Segurança Pública, Júlio Reis, sobre a importância de ações conjuntas de inteligência para combater o roubo de cargas – que se intensifica no período de safra – no trecho da BR-277 que dá acesso ao Porto de Paranaguá.
“Mais de 110 mil caminhões já desceram a Serra em direção ao porto no primeiro trimestre de 2018, existindo uma perspectiva de movimentar cerca de 8,6 milhões de toneladas de grãos entre os meses de abril e julho, um volume recorde para o período”, disse Fregonese.
Júlio Reis disse que a Secretaria convocou uma reunião interna da segurança pública para estabelecer as estratégias de enfrentamento aos problemas que foram relatados. Segundo ele, não é possível que um porto com a importância de Paranaguá tenha este tipo e dificuldade para escoamento dos seus produtos. “Também vamos reforçar as ações em prol dos caminhoneiros e da população para que tenhamos uma safra tranquila”, disse o secretário.
Caminhoneiros
O diretor do Sindicato dos Caminhoneiros do Paraná (Sindicam-PR), Josemar Cunha Bueno, destacou a importância da reunião para a cidade e para os motoristas ao afirmar que a reunião foi muito importante para se buscar apoio e solução para problemas de segurança que ocorrem na BR-277 no caminho para o Porto de Paranaguá. “Estamos atuando ao lado do Porto e da Polícia para garantir a segurança dos motoristas nesta safra”, afirmou Josemar.
Presenças
A reunião contou com a presença do delegado de Divisão Policial do Interior, Valmir Soccio; e do major Adilson da Silva, assessor militar da Secretaria de Estado da Segurança Pública; do diretor de Operações da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Teixeira Junior; do presidente do Sindicato dos Caminhoneiros do Paraná (Sindicam-PR), Laerte Freitas; e do presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens de Paranaguá, Gilberto Costa da Cruz.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES