Postagem em destaque

CONPORTOS REALIZA PESQUISA COM PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PORTUÁRIA

O formulário de pesquisa foi feito com o objetivo de traçar um perfil dos profissionais de segurança pública A Comissão Nacional de...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 30 de julho de 2018

0

RECEITA FEDERAL E PF APREENDEM MAIS DE 40 QUILOS DE COCAÍNA NO PORTO DO RIO



Droga estava em um contêiner e seria levada para a Europa. Logomarcas usadas levam PF a suspeitar que droga tenha sido enviada por cartéis do tráfico de países latino-americanos

Receita Federal e a Polícia Federal apreenderam neste sábado (28) mais de 43,4 quilos de cocaína no Porto do Rio. A droga estava dentro de um contêiner e seria levada de navio para a Europa, segundo informações obtidas com exclusividade pela TV Globo.
Cães farejadores auxiliaram na apreensão. Parte da droga tinha logomarcas nas embalagens, indicando a ligação com cartéis do tráfico de drogas da América Latina.
“Ainda não temos essa confirmação, mas é provável que esse carregamento tenha saído da Colômbia, sim. Os cartéis latinos passaram a usar marcas famosas para se diferenciarem. Usam marcas de bebidas, lanchonetes e até grifes famosas”, explica o delegado Carlos Eduardo Thomé, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, da PF do Rio de Janeiro.
Segundo a PF, o navio com a droga faria escala em Salvador, na França (Le Havre) e na Bélgica (Antuérpia). De acordo com a investigação, cada quilo da cocaína é comprado por US$ 1 mil (cerca de R$ 3,71 mil) na fronteira e chega à Europa por US$ 40 mil (R$ 148 mil).
Quase 2 toneladas apreendidas em 2018
Segundo a Polícia Federal, quase 2 toneladas de cocaína já foram apreendidas no Porto do Rio de Janeiro em 2018.
Na semana passada, houve uma apreensão na Baía de Guanabara, com apoio da Marinha. Foram achados 33 quilos de cocaína em um barco pesqueiro utilizado para traficantes de drogas. Três pessoas foram presas em flagrante.
A droga estava em 12 bolsas, que seriam içadas e colocadas no interior de um contêiner no navio com destino à Europa.
No ano passado, uma reportagem especial do G1 mostrou como a Baía de Guanabara é uma importante rota de entrada de armas e drogas na cidade do Rio e na Baixada Fluminense, segundo investigações do Ministério Público do Rio.



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário