Postagem em destaque

TRAFICANTES ATIRAM CONTRA GUARDAS AO TENTAREM DESPACHAR 400 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

Ao fugir, caminhoneiro destruiu cancela de segurança, bateu em árvore, mas foi detido em flagrante com parte da droga Aproximadamen...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 2,2 TONELADAS DE COCAÍNA NO PORTO DE PARANAGUÁ



A droga estava escondida em carga de madeira que iria para a Holanda
A Alfândega da Receita Federal no Porto de Paranaguá/PR realizou duas apreensões importantes de cloridrato de cocaína, totalizando mais de 2,2 toneladas.

A primeira apreensão aconteceu na manhã do dia 25 de janeiro quando foram encontrados 1.126,5 kg de cocaína em meio a uma carga de madeira, em pallets. A droga chegou ao porto no meio da carga.

Dois contêineres suspeitos, da mesma empresa que havia sido fiscalizada no dia 25, ficaram retidos e foram agendados para fiscalização na segunda-feira (28). A suspeita se confirmou, sendo encontrados mais 1.114,5 kg da droga escondida em meio à carga de madeira.

As apreensões impediram que a droga tivesse como destino o Porto de Rotterdam, na Holanda. A droga será encaminhada para a Polícia Federal em Curitiba para o prosseguimento das investigações.
A apreensão de cocaína em 2019 já ultrapassa 2.960 kg só no Porto de Paranaguá. A primeira ocorreu no dia 4 de janeiro, quando 760 kg foram apreendidos em meio a uma carga de frangos congelados.


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

  COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário