Postagem em destaque

CDRJ INAUGURA MODERNA ESTRUTURA DE SEGURANÇA NO PORTO DO RIO DE JANEIRO

O sistema de monitoramento conta com mais de 150 câmeras, cancelas, catracas, rádios, radares de segurança perimetral, drones, sistemas...

LEGISLAÇÕES

sábado, 9 de março de 2019

0

A ÚNICA MULHER NO POSTO DE GUARDA PORTUÁRIA EM RONDÔNIA



Hoje, ela divide a atribuição com 23 homens e afirma que não há nenhum tipo de favorecimento pelo fato de ser a única mulher do grupo

A rondoniense Éveli de Souza de 33 anos foi aprovada no concurso da Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (SOPH), realizado em 2014, para uma vaga de agente da Guarda Portuária. Hoje, ela divide a atribuição com 23 homens e afirma que não há nenhum tipo de favorecimento pelo fato de ser a única mulher do grupo.
Ela relata que antes de assumir a vaga atuava como agente penitenciária, escoltando apenados para levá-los para audiências nos fóruns. “Sou apaixonada pela segurança pública. Sou a única da família que optou por seguir carreira na área e não é uma novidade atuar num grupo predominantemente masculino. Quando era agente penitenciária, coordenava um grupo de 20 homens. É a construção de uma relação de respeito pelo colega que também é profissional. Havendo respeito mútuo, há também o fortalecimento de uma parceria. De acordo com o que conversamos com colegas do setor, acreditamos que eu sou a única agente da Guarda Portuária do país”, assegura Éveli.

A agente da Guarda Portuária narra ainda que há peculiaridades como em todas as profissões. Segundo ela, o fato de ser mulher permite maior facilidade no atendimento dos motoristas que chegam ao poligonal portuário. “Ao se depararem com uma mulher atendendo, alguns motoristas ficam mais acessíveis e solícitos à abordagem do controle de acesso. Entretanto, há situações que são constrangedoras com brincadeiras e piadas sem graça, neste momento é preciso impor respeito”, relata.
Polivalente, Éveli atua ainda como advogada há três anos, dividindo o cotidiano com os plantões, mesmo com escalas noturnas e o cumprimento dos afazeres do dia a dia. “Amo o que faço, sonho em continuar progredindo na área e um dia atuar como delegada de polícia”, vislumbra.
Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, os servidores do porto de Porto Velho promoveram um café da manhã em homenagem às funcionárias da empresa pública, momento no qual foram recebidas com pequenas lembranças. Para o diretor presidente, Amadeu Hermes dos Santos da Cruz, as mulheres são o símbolo do poder. “Posso afirmar com toda certeza que as mulheres são tão valorosas com montante tão inestimável quanto o valor de um rubi. Grandiosa é a nossa sorte pela oportunidade de desfrutarmos da companhia e do conhecimento delas diariamente”, declarou.
Curiosidade
Quando da realização do concurso para assunção da vaga de agente da Guarda Portuária foi aplicado o Teste de Aptidão Física (TAF) sem a diferenciação entre homens e mulheres, como por exemplo, a prova de natação era estipulada para percorrer a distância de 50 metros em até 01 minuto.



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.