Postagem em destaque

TERRORISMO PSICOLÓGICO NO PORTO DE SANTOS

Guardas portuários foram obrigados a dobrar a sua jornada de trabalho. No dia 27 de outubro, vários guardas portuários foram obrigado...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

0

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DA PROCISÃO DOS CARROS DO CÍRIO DE NAZARÉ



Os carros que participarão do Círio saíram da Basílica Santuário para os galpões da CDP.
Na última quarta-feira (9), a Guarda Portuária escoltou os carros que vão fazer parte da grande romaria do Círio de Nazaré, na cidade de Belém, no Pará.
Os veículos, após serem retirados da Estação dos Carros pela Diretoria de Procissões, permaneceram em frente à Basílica Santuário até a hora de serem transportados para os galpões da Companhia Docas do Pará (CDP).

O percurso, com 4 km, percorreu a Avenida Nazaré, Travessa 14 de Março e Rua Antônio Barreto, avenidas Doca de Souza Franco e Marechal Hermes até o armazém da CDP.
Oração
Antes da saída dos carros foi feita uma oração com todos os participantes, o que se repete na chegada à CDP. Durante o trajeto, os carros foram homenageados pelos devotos e moradores, com várias manifestações de fé.
Segundo a Diretoria, a cada ano é maior a participação dos devotos, já considerada uma pequena procissão. Foram transportados: Carro de Plácido, Barca dos Escoteiros, Barca Nova, quatro Carros dos Anjos, Cesto de Promessas, Barca com Velas, Barca Portuguesa, Barca com Remos, Carro Dom Fuas e Carro da Sagrada Família.
Participaram desse transporte até a CDP os Diretores da Festa de Nazaré, a Guarda de Nazaré, SEMOB, Guarda Portuária, Polícia Militar, Guarda Municipal, Cruz Vermelha e alguns promesseiros.
História
Anteriormente, estes carros eram levados para a CDP na madrugada que antecede o Círio, no entanto, em 1980 o transporte dos carros, que participam da Festividade de Nossa Senhora de Nazaré, começou a ser realizado desta maneira, transformando-se numa procissão.
O primeiro carro (dos Milagres) a ser inserido no Círio foi o que lembra o milagre acontecido em 1182, a Dom Fuas Roupinho, fidalgo português, que esteve prestes a despencar num abismo com seu cavalo, recorreu a Nossa Senhora de Nazaré e foi salvo. A ordem de inserção desse carro partiu da Rainha de Portugal, Dona Maria I, em 1805. 


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.