Postagem em destaque

OPERAÇÃO ENVOLVENDO PF, RFB E GPORT APREENDE MAIS DE UMA TONELADA DE COCAÍNA NO PORTO DE SÃO SEBASTIÃO

  A troca de informações entre as autoridades envolvidas foi crucial para o sucesso da operação. Na tarde da última sexta-feira (02) uma o...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 42 KG DE COCAÍNA EM CARGA DE ALGODÃO NO PORTO DE SANTOS

 


Carga tinha como destino Bangladesh, mas passaria por transbordo na Itália.

Em uma ação de rotina, realizada na madrugada do último domingo (11), a Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu 42 kg de cocaína escondidos em uma carga de algodão, no Porto de Santos, litoral de São Paulo.

A carga foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por imagens de escâner.


Duas bolsas contendo tabletes de cocaína droga foram localizadas em um contêiner carregado de algodão, destinado a Bangladesh, na Ásia, mas que seria objeto de transbordo no Porto de Gioia Tauro, na Itália.

Em função das características observadas na ação, suspeita-se ter ocorrido a técnica criminosa denominada “Rip-Off modality”, em que a droga é inserida em uma carga lícita, sem o conhecimento dos exportadores e importadores.


A droga interceptada pela RFB foi entregue à Polícia Federal (PF), que acompanhou a operação a partir de sua localização, e prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Receita Federal.


Em 2020, a Alfândega de Santos já apreendeu 14.483 kg de cocaína no cais santista.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.