Postagem em destaque

CONHEÇA O CÓRTEX, SISTEMA DE VIGILÂNCIA DO GOVERNO QUE INTEGRA DE PLACA DE CARRO A DADOS DE EMPREGO

  O Córtex também possui acesso em poucos segundos a diversos bancos de dados com informações sigilosas Sem alarde, o Ministério da Justiç...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 27 de outubro de 2021

0

INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS APRESENTAM SEUS PLANOS DE SEGURANÇA À CAPITANIA DOS PORTOS NO PARANÁ

 


Os terminais que operam líquidos nos portos de Paranaguá e Antonina apresentaram seus planos de emergência/contingência

No dia 14 desse mês, foi realizada uma reunião entre a Capitania dos Portos e os terminais que operam líquidos nos portos de Paranaguá e Antonina, para uma apresentação geral dos planos e das capacidades de resposta de emergência.

O encontro, além de servir para a empresa pública Portos do Paraná, que administra àqueles portos, quanto às instalações portuárias, apresentarem os seus planos de emergência/contingência contra os possíveis riscos da atividade portuária, também serviu para troca de experiências.

“A Marinha prevê a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana no mar e prevenção da poluição hídrica oriunda de navios e, acho que é importante termos mais vezes esse tipo de encontro, porque há troca de experiências”, destacou o Capitão dos Portos do Paraná, André Luiz Morais de Vasconcelos, Capitão de Mar e Guerra.

A reunião foi realizada por solicitação da Capitania para que a Marinha do Brasil (MB) tenha um conhecimento maior e estreite a relação com os principais envolvidos da atividade portuária nas baías de Antonina e Paranaguá. “Esses conhecimentos a gente vai depurando e o mais importante é como na aviação quando a gente aprende com as lições que se tira dos acidentes”, avalia o Capitão.

A analista portuária e bióloga, Andréa Almeida mostrou como a empresa Portos do Paraná tem atuado na prevenção de acidentes/emergências. “A Portos do Paraná possui um Plano de Gerenciamento de Riscos unificado para os Portos de Paranaguá e de Antonina, temos, ainda, um grupo técnico de gestão desse programa e para cada tipo de emergência temos um plano específico”.

Para ela, é importante esse tipo de encontro. “Nós da Autoridade Portuária temos buscado nos aproximar dos demais órgãos porque numa emergência grande a integração com a Defesa Civil e a própria Marinha é muito importante”, finaliza Andréa.

Além da empresa administrado do porto, apresentaram seus planos individuais a Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), Cattalini, CBL, Álcool do Paraná, Fospar, Porto Ponta do Félix, Transpetro, União Vopak e Terin. Estiveram presentes também representantes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.