Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO ESPECIAL DE SUPERVISÃO EM SEGURANÇA PORTUÁRIA

  O período de inscrição é de 18 de maio de 2022 a 05 de junho. Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas A Comissão Nacional...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 13 de junho de 2022

0

POLÍCIA FEDERAL E MARINHA DO BRASIL APRENDEM SKUNK E DROGA SINTÉTICA


Ação ocorreu no âmbito no Estreito de Breves, na Ilha de Marajó, entre o Pará e os estados vizinhos do Amapá e Amazonas

Agentes da Polícia Federal (PF) e da Marinha do Brasil (MB) abordaram, no dia 3 de junho, uma embarcação durante trabalho de rotina no âmbito da Operação Ágata. A abordagem ocorreu no Estreito de Breves, na Ilha de Marajó. O estreito serve de ligação entre o Pará e os estados vizinhos do Amapá e Amazonas.

Dentro do barco, os agentes de segurança localizaram precisos 25.85 kg de skunk, além de 600 gramas de droga sintética. Essa carga partiu do Suriname e tinha como destino a cidade paraense de Abaetetuba. Dentro da embarcação, havia 12 pessoas de nacionalidade cubana: 6 homens, 5 mulheres e 1 menor de idade.

De acordo com informações iniciais, tais pessoas fugiram de seu país e tinham a intenção de permanecer em território nacional. Todavia, não fizeram formalmente nenhum pedido nesse sentido. Dos 12 indivíduos a bordo, três eram tripulantes. Ainda há informe de que o barco é registrado em Abaetetuba.

Todos eles foram conduzidos à Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado do Pará para adoção das medidas de praxe em casos assim. Serão individualizadas as condutas, e cada um dos estrangeiros responderá na medida de suas responsabilidades.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.