Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO ESPECIAL DE SUPERVISÃO EM SEGURANÇA PORTUÁRIA

  O período de inscrição é de 18 de maio de 2022 a 05 de junho. Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas A Comissão Nacional...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 2 de junho de 2022

0

PORTO DE PARANAGUÁ PROMOVEU BLITZ EM ALUSÃO AO MOVIMENTO MAIO AMARELO

 

O cunho educativo da blitz foi orientar as questões de segurança na área do porto organizado

A empresa pública Portos do Paraná, que administra os portos de Paranaguá e Antonina, no Paraná, coordenou e organizou na quarta-feira (25) uma blitz educativa, em frente ao Palácio Taguaré, sede administrativa da Autoridade Portuária, em alusão ao “Movimento Maio Amarelo”.

Criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária em 2014, o movimento tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. Ao todo, cerca de 50 veículos foram vistoriados e receberam orientações.

“A proposta foi trazer a blitz aqui em frente ao Palácio Taguaré para que consigamos atingir outros motoristas usuários do porto. O foco é disseminar informação preventiva referente ao trânsito”, disse José Sbravatti, gerente de Saúde e Segurança da Portos do Paraná.

O profissional Felipe Zacharias, especialista em Saúde e Segurança da Autoridade Portuária, explica que o trabalho é integrado entre as forças de segurança, cada uma com sua especialidade. “Da nossa parte, passamos mensagens, regras e normas que o porto adota. Daí a importância dessa ação conjunta com órgãos externos, para direcionar questões legais ligadas ao trânsito de veículos ou de mercadorias que circulam no porto organizado”, completou.

O chefe da 3ª Ciretran do Litoral do Paraná, Joshey do Amaral Teixeira, salienta que a iniciativa foi solicitada pela Portos do Paraná para traçar uma parceria. “Objetivo é conscientizar cada vez mais os motoristas sobre seu comportamento nas vias públicas”, afirmou.

O guarda portuário Thiago Matozo, coordenador da Guarda Portuária (GPort), explicou o cunho mais educativo da blitz. “Estamos orientando as questões de segurança na área do porto organizado, entre elas a velocidade permitida na faixa portuária, os itens obrigatórios de segurança e as questões que podem comprometer a segurança do usuário e dos próprios veículos”, disse.

Participaram de forma integrada da blitz representando a Autoridade Portuária a Gerência de Saúde e Segurança do Trabalho; a Gerência de Meio Ambiente e a Guarda Portuária, além do Detran-PR, através da 3ª Ciretran do Litoral; Polícia Rodoviária Federal (PRF); Guarda Civil, representada pela Divisão de Educação para o Trânsito; e a Polícia Militar (PMEP), que levou ao local um carro sinistrado, na intenção de sensibilizar quem passava pelo local.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.