Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 5 de abril de 2024

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 1,3 TONELADA DE COCAÍNA EM CARGA DE CAFÉ NO PORTO DO RIO DE JANEIRO


O entorpecente tinha como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica

A Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu na quarta-feira (27/3) 1,3 tonelada de cocaína em uma carga de café no Porto do Rio de Janeiro. O entorpecente tinha como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica. Com um valor estimado em R$ 330 milhões, essa foi a primeira apreensão desse tipo registrada no porto em 2024.

A operação foi realizada pela Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 7ª Região Fiscal (RJ/ES) e sua equipe de cães de faro.

Segundo a Receita Federal, a carga foi selecionada para fiscalização por critérios de gerenciamento de riscos, desenvolvidos pela RFB. O entorpecente estava espalhado em 48 sacas de café num total de 320 sacas do produto que seriam transportadas.

O material estava em contêineres e seria exportado para a Europa. Com auxílio de cães farejadores, os agentes acabaram descobrindo que a cocaína estava escondida em parte das sacas do produto. Foram necessárias quatro horas para a contabilização de todo material apreendido.

Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) foi acionada e vai abriu um inquérito para tentar identificar os responsáveis pelo delito. Caso os envolvidos sejam identificados, eles responderão por crime de tráfico internacional de drogas.

Equipes da Delegacia de Repressão à Entorpecentes (DRE) e do Núcleo de Polícia Marítima (Nepom), da Polícia Federal, e da Guarda Portuária (GPort) estiveram em apoio à ação.

Rota do Tráfico pelos portos do Estado do Rio

A rota da droga, que sai do estado, pelos portos doRio de Janeiro e Itaguaí, com destino à Europa e África, vem sendo alvo de operações deflagradas pela PF e RFB.

Apreensões em 2023

Segundo a RFB, em 2023, foram quatro operações deflagradas entre janeiro e outubro, mais de 1,5 tonelada de cocaína foi apreendida dentro de fardos de café, latas de tinta, carga de minério e contêineres. Até dentro de mangas, os agentes encontraram o entorpecente. A maior parte foi apreendida no Porto de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, quando foram 999 quilos de cocaína.

De acordo com as investigações, esses grupos, que envolvem a participação de empresários ligados às facções do Rio, negociam o envio de cocaína para a Espanha, Austrália e países da África.

Uma das maiores apreensões aconteceu em janeiro de2023, em meio a uma carga de minério. Na ocasião, foram apreendidos 778 quilos de cocaína no Porto do Rio. A droga, que tinha como destino Luxemburgo, foi encontrada pelos cães de faro, que identificaram contaminação do contêiner.

Um mês depois, em fevereiro, agentes da Receita Federal apreendeu no Porto de Itaguaí 387 quilos da mesma droga. Escondida em uma carga de fardos de café, em um contêiner, a cocaína seguiria para a Espanha.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.