Postagem em destaque

SINDICATO DENUNCIA DISCRIMINAÇÃO NA AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS

  Horas extraordinárias estariam sendo direcionadas e selecionadas a guardas portuários de menor salário O Sindicato dos Trabalhadores Adm...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 14 de dezembro de 2021

0

GUARDAS PORTUÁRIOS DE PARANAGUÁ REALIZAM CURSO PARA TRIPULAÇÃO DE EMBARCAÇÕES

 

O curso tem por objetivo habilitar os guardas para tripular ou conduzir pequenas embarcações empregadas na navegação interior

Guardas Portuários do Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, concluíram no dia 3 de dezembro, o curso para Tripulação de Embarcações de Estado no Serviço Público (ETSP).

Objetivo

O curso tem por objetivo habilitar os guardas para tripular ou conduzir pequenas embarcações (até 8m de comprimento), empregadas na navegação interior, a serviço de órgãos públicos.

Segundo o major César Kamakawa, comandante da Guarda Portuária (GPort), a capacitação foi realizada por meio de uma parceria com a Polícia Federal (PF). “Futuramente a ideia é que tenhamos uma embarcação própria, para utilização no trabalho ambiental e na área de segurança. Vai auxiliar, por exemplo, em um dos trabalhos que já executamos, a fiscalização de contrabordo na área do porto”, explica Kamakawa.

Meio Ambiente

Integrantes da Diretoria de Meio Ambiente da empresa Portos do Paraná, que administra o porto, também participaram do curso.

O diretor de Meio Ambiente, João Paulo Santana, que participou do curso, salienta a importância da capacitação para os colaboradores da empresa pública. “Realizar o curso com parte da equipe, membros da PF e GPort, é de extrema importância, pois faz com que tenhamos maior qualidade na prestação do serviço”, diz.

Para o diretor, esse tipo de curso específico garante maior segurança e rigidez na garantia da movimentação de cargas. “Faz com que os portos paranaenses subam na qualidade dos seus serviços, das suas avaliações, principalmente nos órgãos intervenientes”, afirma Santana.

Habilitação

O 2º sargento Antônio Carlos Silva Santos Júnior, da divisão de habilitação do Ensino Profissional Marítimo, da Capitania dos Portos, ministrou a maioria das aulas da capacitação. “Temos que manter a mentalidade de segurança da navegação, principalmente em embarcações conduzidas por servidores públicos, daí a necessidade e importância do curso”.

O curso tem carga horária de 40h e aborda normas e regulamentos marítimos, navegação, sinalização, funcionamento de motores, primeiros socorros, meteorologia, legislação, segurança no mar e sobrevivência pessoal.

Além de habilitar o condutor a conduzir embarcações públicas, por equivalência também concede ao portador da habilitação a carteira e Arrais Amador e Motonáutica, ambas para conduzir embarcações nos limites da navegação interior.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.