Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sábado, 26 de novembro de 2022

0

SIMULADO NO PORTO DO RIO DE JANEIRO MOBILIZA ARRENDATÁRIOS E OPERADORES PORTUÁRIOS

 

O exercício simulou o derramamento de óleo combustível devido a uma colisão com o cais, com a ruptura do tanque do navio

O Porto do Rio de Janeiro realizou no dia 17/11 o Exercício de Planejamento e Mobilização de Equipamentos do Plano de Emergência Individual (PEI). O simulado foi coordenado pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), em parceria com os arrendatários e operadores portuários, com a participação do grupo Bravante-Hidroclean, responsável pelo Centro de Atendimentos a Emergências (CAE) do porto. 

A superintendente de Sustentabilidade do Negócio da CDRJ, Gabriela Campagna, informou que “para o simulado, os arrendatários e operadores escolheram a hipótese de derramamento de óleo combustível para que fossem treinados a atender a emergências de um acidente ambiental de grande monta”. 

No exercício, foi abordado o cenário II do PEI da Autoridade Portuária, com a hipótese acidental #8. O gerente de Meio Ambiente, William Lobosco, descreveu o cenário hipotético: “No armazém 18 do Porto do Rio de Janeiro, durante manobra de atracação do navio CBO Cabrália com auxílio de rebocadores, devido a uma colisão com o cais, houve ruptura do costado e do tanque do navio, causando o vazamento instantâneo de até 400 m³ de óleo combustível MF-380 para o mar”.

Segundo a gerente de Riscos de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde), “estiveram presentes no exercício os coordenadores das Ações de Resposta da Autoridade Portuária e das seguintes empresas: Triunfo Logística, MultiRio, Pier Mauá, ICTSI-Rio, Ultracargo/Tequimar, Iconic, Refit, Terminal de Trigo do Rio de Janeiro (TTRJ) e Pennant”. Também participou do simulado a equipe técnica de Atendimento a Emergências Ambientais do Instituto Estadual do Ambiente (CEAM/INEA).

PEI

O PEI é um documento que contém as informações relativas às ações em casos de emergência de acidentes ambientais e descreve os procedimentos de resposta da instalação (portos organizados, instalações portuárias, terminais, dutos, sondas terrestres, plataformas e suas instalações de apoio, refinarias, estaleiros, marinas, clubes náuticos e instalações similares) a um incidente de poluição por óleo, em águas sob jurisdição nacional, decorrente de suas atividades.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.