Postagem em destaque

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL REALIZA CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS AGENTES DA GUARDA PORTUÁRIA

O objetivo do curso é capacitar os agentes para exercerem suas funções em toda a área portuária A Administração do Porto de São ...

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

0

INCÊNDIO ATINGE NAVIO NO PORTO DE ARATU



Porto fica localizado em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador.
Segundo Comando do 2º Distrito Naval, dois tripulantes ficaram feridos.



Um incêndio atingiu um navio carregado de gás propeno no píer de uma área do Porto de Aratu, em Candeias, na região metropolitana de Salvador, na noite desta terça-feira (17). Segundo a Guarda Portuária, o fogo foi propagado após uma explosão ocorrida durante o descarregamento de gás do Navio Golden Miller.

Equipes dos bombeiros foram para o local combater as chamas. De acordo com a Companhia Docas da Bahia (Codeba), os bombeiros e equipes da Marinha conseguiram controlar as chamas cerca de uma hora após o início do incêndio.

A Codeba afirmou também que o incêndio ocorreu no píer do terminal de operação de gás e líquido, área pertencente à companhia, utilizada pelo Terminal Químico de Aratu (Tequimar), responsável pela operação de carregamento do navio, contratado para exportar o propeno produzido pela Brasken.

Por conta do incidente, a área de operação de gás e líquidos do Porto de Aratu teve a sua operação suspensa. No entanto, foram mantidas as atividades nos terminais de sólidos, localizados a uma distância que não oferecia riscos.
 
 
O fogo foi combatido pela Brigada de Incêndio do Porto de Aratu, apoiada por seis rebocadores, três deles com canhões d'água. Segundo a Marinha, o incêndio continuava até por volta das 21h30.

Brigadistas fazem rescaldo

A equipe de brigadistas do Porto de Aratu realiza ainda na manhã desta quarta-feira, 18, segundo a Marinha do Brasil, o trabalho de rescaldo. Seis rebocadores com canhões de água estão no local, onde é observada uma densa fumaça preta saindo do navio. Apesar disso, a Marinha informa que não há mais incêndio na embarcação e que o fogo foi controlado nesta madrugada.
 
Falha

O fogo começou na unidade de reliquefação, que opera a bordo, dentro do navio. A causa aparente foi uma falha no compressor desta unidade durante o carregamento do gás propeno, que estava sendo bombardeado.

A explosão foi percebida por militares da Base Naval de Aratu (BNA), que fica situada nas proximidades do Porto de Aratu. Imediatamente, foi deslocado para o local do incidente o Navio-Balizador “Tenente Boanerges”, da Marinha do Brasil.

Duas equipes de inspeção naval da Capitania dos Portos da Bahia também foram enviadas para a enseada de Caboto, na Baía de Aratu.
 
No momento da explosão, havia 15 tripulantes a bordo do navio, que estava atracado a aproximadamente 25 quilômetros da cidade de Salvador. Ainda de acordo com informações do comando do 2º Distrito Naval, apenas dois tripulantes ficaram "levemente feridos".
Resgatados pelo Navio-Balizador “Tenente Boanerges”, os tripulantes do “Golden Miller” receberam cuidados médicos e se encontram em boas condições de saúde,

Segundo a Marinha, será instaurado um inquérito administrativo sobre acidentes e fatos da navegação, cujo prazo de conclusão é de 90 dias, para apurar as causas e responsabilidades pelo ocorrido.
 

 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES