Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DOS CERTIFICADOS DO CESSP

A prorrogação se deu diante da impossibilidade da realização do Curso de Atualização dos Supervisores de Segurança Portuária - CASSP, ...

quarta-feira, 12 de março de 2014

2

SINTAC CONQUISTA NOVA ESCALA QUE BENEFICIA A GUARDA PORTUÁRIA





O Sindicato dos Trabalhadores da Administração, Capatazia, Empresas Operadoras Portuárias e Administrativos em Ogmo, nos Portos e Retroportos Públicos e Privados de Itajaí, Laguna e Navegantes (SINTAC) obteve um grande sucesso em sua busca na melhoria das condições de trabalho e dos direitos trabalhistas que não eram respeitados
A escala de trabalho da Guarda Portuária do Porto de Itajaí não respeitava a concessão dos domingos garantida pela legislação (Portaria 417/66/MTPS), além disso, privava o guarda de sua vida social.
Após várias tratativas com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Superintendência do Porto de Itajaí, a antiga escala de trabalho foi alterada pelo modelo proposto pelo Sindicato e aprovado em assembleia. "O modelo atende os requisitos da lei, melhorando ainda mais as condições humanas da Guarda Portuária de Itajaí." destaca o guarda portuário e Diretor Sindical Alexandre Pamplona.
"Melhorando a qualidade de vida do profissional, este desempenha suas funções com melhor capacidade", falou o guarda portuário e delegado sindical Gustavo Coelho Engel.
A nova escala, além de contemplar os domingos obrigatórios da legislação, permite que as equipes tenham um final de semana de folga completo a cada 35 dias, fato que anteriormente ocorria apenas duas vezes por ano.
O SINTAC destaca outras conquistas para a categoria, como melhoria dos vestiários, armários, jaqueta para o frio, melhoria nas guaritas e postos de trabalho, uniforme, intervalo nas jornadas e incorporação do prêmio produção são algumas das conquistas obtidas.
O sindicato luta ainda pelo pagamento do adicional de risco previsto na Lei 4.860/1965 e na Portaria 1885 / 2013 / MTE.
Vale destacar a união de toda a Guarda Portuária de Itajaí, além do trabalho do SINTAC para a conquista desses direitos, que há muito eram deixados de lado para a categoria. Agradecemos ao Superintendente do Porto de Itajaí, Dr. Antonio Ayres dos Santos Júnior e, em especial ao Diretor Executivo Heder Cassiano Moritz.

Fonte: Sintac




 

2 comentários:

  1. A reportagem só não diz como era a escala e como ficou??? Teria como prestar essa informação???

    ResponderExcluir
  2. SABEMOS QUE AS ESCALAS VARIAM DE DOCAS PARA DOCAS, OU DE GUAPOR PARA GUAPOR.

    SERÁ QUE A TÃO ESPERADA REGULAMENTAÇÃO VIRIA UNIFICAR ESSAS ESCALAS, ALÉM DE OUTROS ASPECTOS MAIS?

    SDS

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES