Postagem em destaque

QUEM SÃO OS BANDIDOS BRASILEIROS MAIS PROCURADOS NO PAÍS E NO MUNDO? VEJA LISTA

  Dos 18 foragidos na lista nacional, oito têm ordem de prisão por crime de tráfico de drogas (44%) Traficantes e assaltantes conhecidos, ma...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 20 de junho de 2014

0

MOÇÃO DE APOIO A GUARDA PORTUÁRIA É APROVADO POR UNANIMIDADE NA CÂMARA MUNICIPAL DE PARANAGUÁ



Na última quarta-feira (18), em sessão da Câmara Municipal de Paranaguá, foi aprovada a Moção de Apoio em favor da Guarda Portuária da Paranaguá e Antonina (Appa).
O Presidente da Comissão de Assuntos Portuários, Vereador Arnaldo Maranhão, colocou para apreciação dos demais vereadores da casa legislativa, o requerimento de Moção de Apoio. Em seu discurso deu conhecimento aos nobres edis, da atual intenção da APPA em terceirizar postos da Guarda Portuária.

São 106 guardas portuários, responsáveis por 106 famílias parananguaras, que há 27 anos fazem a segurança do porto com louvor e que agora se veem surpreendidos com tal atitude da APPA em tentar terceirizar uma atividade-fim ao invés de efetuar concurso público.
O requerimento, após ser aprovado por unanimidade, será encaminhado ao Governador do Estado do Paraná, Beto Richa e ao Superintendente da APPA Luiz Henrique P. Dividino.

“Agradecemos as palavras de apoio dos demais vereadores da casa por abraçar a nossa causa. Esperamos que o governo do Estado do Paraná, através da APPA, reveja tal situação, visto a importância da segurança portuária que é uma divisa, uma fronteira com o mundo. Por isso a nossa luta contra a terceirização e a favor do concurso público”, disse Felipe Cordeiro, diretor do Sindicato dos Trabalhadores Portuários do Estado do Paraná (Sintraport/PR).

Fonte: Página da Guarda Portuária da APPA no Facebook







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.